Dentista recém-formado: 6 passos para você iniciar na sua profissão

Explorar o mercado de trabalho, de início, é algo que pode assustar qualquer profissional. E é natural sentir aquele “frio na barriga”, afinal de contas, depois de tantos anos na graduação, é chegada a hora de pôr todo o conhecimento à prova do mercado.

Na odontologia, questões como “Devo montar meu consultório?”, “Preciso fazer uma especialização?” e “Como buscar meus primeiros clientes?”, são alguns desafios a serem vencidos nessa etapa inicial.

E para ajudá-lo nesse momento, elencamos 6 passos para você adentrar o mercado de trabalho mais seguro e confiante, de modo que suas dúvidas se tornem o seu maior combustível. Acompanhe!

1 – Quero montar meu consultório. Por onde começo?
2 – Mantenha seu currículo atualizado
3 – Faça uma especialização
4 – Como conseguir seus primeiros clientes
5 – Quanto cobrar pelo meu trabalho?
6 – Acredite no seu potencial

1 – Quero montar meu consultório. Por onde começo?

Quero montar meu consultório. Por onde começo

Muitos dentistas recém-formados, optam por abrir seu próprio espaço de trabalho. Ao invés de se tornarem funcionários de uma empresa, se tornam empreendedores do seu negócio.

Nesse caso, é importante manter os pés no chão. Se você vai abrir seu consultório odontológico, pesquise um local em que haja carência de profissionais com o seu perfil, calcule gastos com mobília e equipamentos que não podem faltar, e coloque tudo isso na ponta do lápis.

Manter uma organização na gestão financeira desde o início do projeto é imprescindível para evitar problemas futuros e gastos excessivos ou desnecessários.

Saiba mais sobre este processo nos artigos:

2 – Mantenha seu currículo atualizado

Se montar o seu próprio consultório odontológico não está nos seus planos nesse momento, e você busca uma boa posição no mercado de trabalho, o seu currículo é o que vai abrir essa porta profissional.

Logo, mantenha-o atualizado e evidencie seu perfil profissional destacando em quais áreas gostaria de dar o seu primeiro passo na profissão. Fale sobre suas principais habilidades e quanto está disposto a oferecer e aprender.

As empresas têm buscado profissionais que tenham brilho nos olhos quando o assunto é trabalho. Então, demonstre toda a sua paixão pela odontologia!

3 – Faça uma especialização

A atualização profissional, mesmo que você tenha acabado de concluir a graduação, é algo essencial na odontologia. Já que, levando em consideração a quantidade de dentistas formados no Brasil – acredita-se que até 2030 haverá mais de meio milhão de dentistas aptos a atuar no país.

Avaliando este dado fica claro: você precisa de um diferencial para garantir pacientes.

Desse modo, encontrar uma especialidade dentro da odontologia, além de lhe trazer mais conhecimento, fará com que você encontre um caminho e o colocará em vantagem diante daqueles profissionais que ainda não despertaram para isso.

4 – Como conseguir seus primeiros clientes

Conseguir os primeiros clientes, possivelmente, é um dos maiores desafios para um cirurgião-dentista recém-formado. E não é para menos, afinal, a concorrência existe e, se tornar um profissional conhecido, não é algo que acontece do dia para a noite.

Nesse contexto, é importante que você construa uma rede de contatos, o chamado networking. Esse é um fator determinante para quem está dando os primeiros passos na carreira profissional.

Uma boa rede de contatos pode incluir colegas de profissão – com os quais você poderá trocar conhecimento e expor suas dúvidas, pois eles estarão vivenciando um processo semelhante ao seu – e também pessoas próximas – familiares e amigos – que irão indicar seu trabalho para outras pessoas.

Invista também na divulgação dos seus serviços. Hoje em dia, as redes sociais são excelentes meios para você se tornar conhecido. Com investimento baixo, é possível alcançar um público variado e ávido pelo seu serviço.

Saiba como aproveitar as redes sociais para captar pacientes no eBook:

5 – Quanto cobrar pelo meu trabalho?

Uma breve pesquisa nos valores cobrados pelo mercado pode lhe dar os primeiros indícios para tabelar os serviços que você irá prestar em seu consultório odontológico.

As clínicas populares, por exemplo, cobram valores abaixo dos praticados em consultórios particulares, ou seja, a precificação dos tratamentos pode ser discrepante se você comparar.

Portanto, leve em consideração a sua jornada de conhecimento e também o perfil de clientes que você deseja alcançar. Com base nisso, estabeleça valores justos.

Saiba mais sobre precificação no artigo:

6 – Acredite no seu potencial

Lembre-se: você passou os últimos anos da sua vida se dedicando ao conhecimento para, enfim, trabalhar no que você ama. Então, arregace as mangas, acredite no seu potencial e comece a construir a sua caminhada!

Um bom cirurgião-dentista é aquele que consegue unir práticas inovadoras e que atendem às necessidades das pessoas com um olhar humanizado para o exercício da profissão. 

E para finalizar, se o seu sonho é ter um consultório próprio, confira nossa calculadora e comece a planejar esta conquista agora mesmo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *