Qual a lista de materiais odontológicos são necessários em um consultório?

Tempo de leitura: 5 min

Montar um consultório não é tão fácil, mas fazer uma lista de materiais odontológicos ajuda nesse processo e em alguns outros!

Quando falamos sobre o tempo cirúrgico das intervenções odontológicas, independentemente de qual ela seja, é necessário lembrar que os materiais odontológicos ajudam e até facilitam esse procedimento.

Por isso, pensando em você, estudante de Odontologia, trouxemos uma lista de materiais odontológicos para consultório. 

É importante saber que, quando você tiver seu próprio consultório, a escolha dos materiais é decidida antes de sua abertura, para que seja possível atender os pacientes com eficiência. 

Quais são os principais materiais utilizados nas consultas e também em cirurgias?

Vamos a eles:

  • Anestésico com vaso ou anestésico sem vaso;
  • Anestésico tópico;
  • Bicarbonato de sódio;
  • Cariostático;
  • Cimento cirurgico;
  • Cimento endodôntico;
  • Clorexidine 0,12%;
  • Clorexidine 2%;
  • Cones acessórios;
  • Cones guta;
  • Cunhas de madeira;
  • Dessensibilizante;
  • Discos soflex;
  • Dycal;
  • EDTA;
  • Flúor tópico;
  • Flúor verniz;
  • Formocresol;
  • Hemostesin;
  • Hipoclorito;
  • Ionômero de vidro;
  • IRM;
  • Matriz metálica;
  • Paramono;
  • Pasta de polimento resinas;
  • Pasta profilática;
  • Resinas (A1, A2, A3, A3,5, A4, B1, T, 0A2, OA3);
  • Roletes de algodão;
  • Selante;
  • Sugadores;
  • Tartarite;
  • Tiras de lixa metálicas e poliéster;
  • Tiras de poliéster;
  • Tricresol.

No entanto, esta lista engloba apenas os materiais odontológicos.

Sendo assim, vale ressaltar que ainda existem os instrumentos, como brocas, aplicadores de cimento e sondas exploratórias, e os equipamentos também, como cadeira odontológica, autoclave e fotopolimerizador.

Como encontrar o melhor produto para comprar?

Depois de saber a quantidade necessária de cada equipamento para o consultório, o profissional terá que cotar os preços e fazer uma busca pensada em custo-benefício. Claro, sempre priorizando materiais de qualidade. 

Contudo, para fazer essa pesquisa, o dentista deve contar com pontos como:

  1. Consultar o orçamento do consultório;
  2. Definir quais serão os equipamentos utilizados conforme as prioridades do consultório;
  3. Analisar onde será o local onde o equipamento será instalado;
  4. Procure sempre a melhor qualidade;
  5. Por fim, antes de finalizar a busca, procure empresas de confiança.

Após a compra, é necessário que o profissional mantenha alguns cuidados específicos com cada um deles.

Agora, acompanhe algumas dicas para realizar uma ótima limpeza, higienização e esterilização dos materiais.

Qual a melhor forma de limpar os materiais e equipamentos?

Antes de prosseguirmos com a limpeza, é preciso ressaltar que a grande maioria dos equipamentos não é descartável. Portanto, esse processo é importantíssimo para seu funcionamento.

Afinal, alguns deles não possuem um valor baixo e, caso a funcionalidade dos equipamentos se perca devido à sujeira ou à falta de cuidado, será necessário comprar outro.

Então, confira nossas dicas e recomendações para que isso seja evitado:

  • Após cada atendimento feito, todas as ferramentas que foram usadas devem ser limpas e esterilizadas;
  • Depois de limpo, o material deve ser levado para um local apropriado por meio de bandejas;
  • As agulhas devem ser retiradas previamente das seringas e descartadas em um lixo apropriado pós-atendimento;
  • Os instrumentos deverão ser embalados em um papel de esterilização apropriado, selados e levados para a autoclave;
  • Lembre-se sempre de utilizar luvas de látex para limpeza e luvas de procedimento para embalar os materiais.

Mas, além disso, alguns equipamentos odontológicos que estão presentes na lista precisam ser afiados esporadicamente, como é o caso dos instrumentos periodontais.

Isso acontece quando a ferramenta não está mais desempenhando sua função da forma que deveria.

Dessa maneira, irá interferir diretamente no atendimento do dentista, que será, por consequência, mais demorado.

Fora isso, o dentista terá que aplicar mais pressão sobre os dentes, o que não é indicado. 

Nosso conselho é que o profissional não deixe suas ferramentas perderem o corte ou ficarem cegas.

Quais são os principais equipamentos odontológicos para consultório que devem estar na minha lista?

E uma vez tendo dito quais são os principais materiais odontológicos utilizados, como procurar, quais os principais cuidados que devem ser tomados, resta dizer quais são os que não podem faltar na sua lista.

Apontamos quais instrumentos não podem ficar de fora e ainda colocamos alguns detalhes sobre eles. Confira:

Bandeja

A bandeja tem dupla funcionalidade. A primeira é servir como recipiente para deixar os instrumentos dentários que serão utilizados durante o atendimento do paciente, já que ela também está esterilizada.

A outra, capacita o manuseio dos aparatos que, depois do atendimento, serão desinfetados.

Espelho clínico

Pense em um automóvel sem espelho retrovisor. Seria muito difícil dirigir apenas olhando para frente sem saber o que está se passando atrás, não é?

Com o espelho do dentista é igual. Durante a consulta, ele funciona do mesmo modo.

O espelho, que pode ser plano ou côncavo, permite que o dentista veja as partes traseiras dos dentes, além de também projetar uma imagem maior, possibilitando que ele enxergue todos os detalhes.

Pinça

A pinça clínica tem como função pegar materiais, como algodão, brocas, etc.

Escavador

O escavador tem como intuito fazer uma avaliação da condição do dente, principalmente nos casos de cárie, para ver sua gravidade.

Sonda exploratória

Parecido com o escavador, a sonda exploratória identifica falhas na estrutura dental.

Esculpidor Hollemback

O Hollemback assegura que o dentista consiga esculpir materiais pastosos na cavidade dentária, como resina e curativos.

Seringa Carpule

Esta seringa é adequada para administrar anestesias durante intervenções cirúrgicas.

Espátulas

Embora existam diversos tipos de espátulas, as mais comuns de serem usadas são as de número:

  • 24: são normalmente usadas para mexer em materiais de moldagens do tipo cimento de óxido de zinco e eugenol e cimento de fosfato de zinco;
  • 31: manipular ceras;
  • 36: para mexer em materiais de moldagem em geral;
  • 62: manusear resina acrílica para confecção de provisórios.

Placa de vidro

Funciona como suporte para manipular todos os materiais de origem pastosa.

Isolamento absoluto

Quando o dentista for realizar a técnica de isolamento absoluto, ele deverá contar com os seguintes materiais:

  • Arco: onde será encaixado o lençol de borracha;
  • Alicate Ainsworth: irá perfurar o lençol de borracha;
  • Lençol de borracha: separa a parte que será feita o procedimento, mantendo ela fora de contato com a umidade da boca;
  • Pinça porta-grampo (de Palmer): permite levar o grampo até o dente;
  • Grampo de isolamento: mantém o lençol de borracha em posição.

Pote Dappen

É um pequeno recipiente, que lembra um copinho, onde será administrado pequenas doses de flúor ou amálgama, por exemplo. Podem ser de vidro ou então de plástico.

Cubas

  • Metálicas: são usadas para colocar álcool iodado e soluções fisiológicas. São feitas de aço inox e possuem diversos tamanhos diferentes;
  • De borracha com espátula: são destinadas para modelar alginato e gesso.

Moldeiras

Instrumento de odontologia utilizado para realizar a moldagem do dente, onde é colocado o alginato.

Bisturi

O bisturi é muito importante durante cirurgias. De tal forma, ele permite que o dentista faça incisões no tecido gengival.

Pinça hemostática

Semelhante à pinça clínica, a hemostática funciona especialmente para manipular os vasos e os tecidos.

Pinça de sutura

Usada para remanejar o tecido mole de lugar para poder efetuar a sutura.

Pinça auxiliar de sutura

Esta ajuda a segurar a agulha de sutura.

Tesoura clínica

Parecida como uma tesoura de cortar unhas em seu formato, a tesoura clínica, por sua vez, funciona para cortar os tecidos gengivais.

Sugador

O sugador clínico auxilia o dentista durante suas operações, absorvendo o excesso de saliva e de soluções usadas pelo profissional, como jato de bicarbonato de sódio.

Fórceps

O fórceps é um tipo de alicate cirúrgico utilizado durante a exodontia, ou seja, quando o dentista tem que extrair algum dente do paciente.

Pinça Goiva

Usada para a remoção de ossos.

Pinça de instrumental

É utilizada para transferência de material.

Brocas

As brocas são usadas na remoção de material cariado e na preparação de cavidades dentais para receber restaurações.

Contra-ângulo

É um acessório que se utiliza acoplado ao micro motor para procedimentos cirúrgicos odontológicos.

Limas

São apropriadas para fazer acabamentos em ossos.

Porta-amálgama

O porta-amálgama é muito parecido com uma seringa, porém a diferença é que a função deste é depositar o amálgama nas cavidades dentárias para obturá-las.

Lixas

As lixas, por sua vez, funcionam para fazer o acabamento e polimento em resinas, alisando a área.

Mas se você quer saber mais sobre odontologia, confira o site de nossos parceiros da Simpatio, que produzem diversos conteúdos voltados para pacientes, empresas, clínicas e dentistas também!

Lista de materiais odontológicos para consultório

Espero que tenha gostado do artigo. Aproveite e confira também este eBook gratuito!

Lista de materiais odontológicos para consultório
Enviando...