Outubro Rosa na Odontologia: o Papel do Dentista na Conscientização

Tempo de leitura: 4 min

Além de reforçar a campanha no consultório e clínicas, dentistas têm atuação no tratamento do paciente oncológico.

Os tumores, de forma geral, podem atingir qualquer indivíduo. Sejam benignos – como o tórus mandibular e o mioma – ou mesmo malignos – como os de pele e de próstata -, conhecidos como câncer. 

Alguns desses tumores, no entanto, podem ser ligeiramente mais comuns no sexo feminino.

Como os tumores na tireoide, câncer de colo de útero e o mais comum deles, o câncer de mama.

Esse último possui dados alarmantes, e é considerado um problema de saúde pública.

Só no ano de 2019, por exemplo, estima-se que 59.700 novos de câncer de mama sejam identificados.

O equivalente a 29,5% dos cânceres em mulheres em todo o país, de acordo o Instituto Nacional do Câncer José Alencar da Silva (INCA) e o Ministério da Saúde (MS).

Ainda olhando para as estatísticas, agora em âmbito mundial, de acordo com o Globocan 2018 (BRAY, 2018), foram previstos cerca de 2,1 milhões de novos casos e 627 mil óbitos decorrentes da doença.

Caracterizando-a como o câncer mais incidente em mulheres a nível internacional e não apenas nacional. 

Dessa forma, fica clara a importância da Campanha Outubro Rosa como uma ação que visa informar as mulheres por todo o mundo sobre a prevenção do câncer de mama.

Campanha Outubro Rosa

Tornando outubro um mês de mobilização, sensibilização e conscientização sobre a doença.

A campanha de adesão mundial possui como principais eixos a importância da mamografia, a detecção precoce e a prevenção primária da doença.

Isto é, a conscientização da população feminina e da sociedade sobre os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de mama e, consequentemente, a redução desses fatores. 

A mobilização especial no mês de outubro ressalta a importância desses eixos não apenas neste mês específico.

Mas alerta para a preocupação permanente com a doença também ao longo de todo o ano.

Visando a disseminação de informações e a desconstrução do medo da doença, reduzindo, assim, o número de casos fatais.

Papel do dentista na Campanha do Outubro Rosa

Visto os dados alarmantes e a alta incidência da doença em todo o mundo, é urgente que a conscientização da doença ocorra também nas mais diversas áreas da saúde.

Levando a discussão sobre o câncer de mama também ao âmbito multidisciplinar, de forma a unir forças contra a doença.

Na odontologia, por exemplo, o conhecimento a respeito do câncer de mama se faz necessário não apenas ao estomatologista, mas a qualquer cirurgião-dentista. 

Assim, cabe a esse profissional buscar cada vez mais conhecimento a respeito da doença.

Atualizando-se e entendendo mais a respeito do câncer de mama e seus estágios.

O objetivo é aprimorar suas capacidades para melhor intervir no tratamento odontológico. 

Desse modo, considera-se que o dentista possui funções importantes dentro do atendimento e tratamento do paciente oncológico. O profissional deve buscar conhecer alguns fatores relevantes.

Por exemplo, o tipo de tratamento estabelecido, como a quimioterapia e a radioterapia, se houve realização de cirurgia, retirada de linfonodos, medicações prescritas e quais podem ser seus efeitos sistêmicos na cavidade oral.

Todos esse fatores, além do conhecimento a respeito do tratamento oncológico, auxiliarão o profissional. 

A partir dessas informações, ele pode definir quais são os cuidados preventivos, paliativos e curativos deverão ser aplicados para reduzir possíveis danos ao paciente. 

Portanto, faz-se necessário que o dentista também trabalhe em parceria com o médico responsável pelo tratamento oncológico do paciente, obtendo informações e conhecendo o caso em específico.

Outubro Rosa no Consultório

O cirurgião-dentista também deve se mobilizar e aderir à Campanha Internacional de Conscientização contra o Câncer de Mama – Outubro Rosa.

Sensibilizando e informando seus pacientes sobre a doença, somando forças aos profissionais da saúde em todo mundo em seu combate. Como fazer isso? 

O rosa é a cor da campanha. Portanto, existem diversas maneiras que ativa-la no consultório.

Fitas, folders e outros pequenos detalhes podem chamar atenção. Confira algumas dicas: 

  1. Camisas na cor rosa para funcionários como secretários e auxiliar bucal; 
  2. Fitas na cor rosa nas roupas e jaleco; 
  3. Materiais na cor rosa para o consultório, como aventais, algodão e etc; 
  4. Folders de instrução sobre o Outubro Rosa; 
  5. Ativação da Campanha nas redes sociais.

Oncologia na Odontologia 

Neste mês de outubro, o Conselho Federal de Odontologia (CFO), além de fortalecer o apoio à campanha contra o câncer de mama, alerta ainda para a necessidade de prevenção do câncer bucal. 

De acordo com o presidente do CFO, Ailton Morilha:

“É preciso prevenir doenças na boca, pois muitas delas provocam até risco de morte. A higiene bucal também evita muitas infecções no coração, no pulmão, já que a infecção na boca pode se espalhar pela corrente sanguínea. Vamos nos conscientizar que uma higienização bem feita nos proporciona mais qualidade de vida”.

De acordo com dados do INCA, o câncer bucal chega a matar cerca de mil pessoas por ano. 

Assim, dentro da discussão a respeito do câncer de mama e o nível de incidência desse e de outros cânceres no mundo, vale ressaltar a importância da atenção contra essa preocupante doença da classe odontológica. 

Isso porque a saúde bucal da mulher pode sofrer diversas alterações, ao longo da vida, devido ao amplo número de processos de mudanças hormonais que ocorre em seu organismo. 

Portanto, o grupo feminino também deve levar a saúde bucal tão a sério como a saúde do corpo.

Prevenindo, assim, o desenvolvimento do câncer bucal e outras doenças que acometem essa região. 

A detecção do câncer bucal deve ser realizada tanto por exame médico como odontológico.

Afinal, assim como nos casos de câncer de mama e outros cânceres em geral, o diagnóstico precoce é essencial e pode ser decisivo no fator de tratamento e cura da doença.

A atenção ao sinais, como lesões bucais que não cicatrizam em até 15 dias e o aparecimento de bolhas na garganta podem ser fundamentais no autoexame.

No consultório, o profissional da odontologia deve realizar o exame visual e até mesmo o exame de biópsia. Podendo ser necessário o encaminhamento do caso ao estomatologista.

Portanto, entendemos como mensagem da Campanha do Outubro Rosa que a principal arma contra o câncer é a prevenção.

Como profissionais da saúde, o cirurgião-dentista deve sempre lembrar do importante papel que possui na saúde de paciente. Informando e conscientizando a população sobre os métodos de prevenção.

Além disso, se inteirando a respeito de outras condições que podem influenciar no tratamento odontológico, como o câncer de mama. 

Outubro Rosa na Odontologia

( Conteúdo produzido por Simpatio )

Dr. Ramiro Murad

Graduado em Odontologia pela UNIC. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP – SP). Com habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial na Clínica da Villa, em São Paulo. Dentista parceiro da Simpatio. CRO – 118151.

Outubro Rosa na Odontologia