Saiba mais sobre como abrir uma clínica ou consultório odontológico

Abrir uma clínica ou consultório odontológico de sucesso é o sonho de muitos dentistas, desde recém-formados até aqueles que prestam serviços para clínicas de outros profissionais. É o seu caso também?

Mesmo sendo um processo trabalhoso e que exige muita dedicação,  abrir a própria clínica é um sonho possível se houver muito planejamento e disciplina. O resultado pode ser muito recompensador, tanto em termos financeiros quanto em realização profissional. 

Afinal, em sua clínica você consegue dedicar mais atenção à realização de um atendimento humanizado e tem uma liberdade muito maior para controlar seu tempo. 

Entretanto, sabemos dos desafios do dentista recém-formado. 

Mesmo que você conclua a graduação muito bem preparado para exercer a profissão, no momento de decisão por abrir uma clínica ou consultório odontológico, para além do conhecimento de técnicas da área, é preciso ter habilidade de gestão e de planejamentos financeiros para alcançar o êxito.

Então, se você está se sentindo perdido sobre como iniciar a trajetória rumo ao empreendedorismo de sucesso na odontologia, não se desespere. 

Continue lendo esse artigo em que desbravamos e simplificamos os processos para criar uma clínica ou consultório odontológico e transformamos em 6 dicas bem compreensíveis!

Entenda o mercado: pense, analise e planeje as suas ações antes de abrir a sua clínica odontológica
Estabeleça os serviços odontológicos que serão prestados e precifique
Esteja por dentro de todas as exigências legais para abrir seu consultório de odontologia
Escolha cuidadosamente a localidade, seus equipamentos e a mobília para abrir um consultório odontológico
Planeje o atendimento que você pretende oferecer na clínica
Faça da tecnologia uma aliada: contrate um sistema para consultório odontológico!

Entenda o mercado: pense, analise e planeje as suas ações antes de abrir a sua clínica odontológica

Em primeiro lugar, vamos relembrar as diferenças:

Pense

Após ter esse entendimento em mente, se questione: quais são os seus objetivos a longo prazo? Administrar um empreendimento é um dos propósitos da sua carreira? Clínica ou consultório?

Essas questões são essenciais para definir o restante das etapas, como a quantidade de recursos que você precisará, e quanto tempo e empenho será necessário para tal empreendimento.

Em síntese, esse é o primeiro passo: pensar onde se quer chegar. Por fim, se administrar um negócio próprio é mesmo um dos objetivos da sua carreira, aí devemos partir para a próxima etapa: analisar o mercado. 

Analise 

Montar um consultório é mais do que fazer aquilo que se ama. É preciso analisar e unir informações de modo a tomar decisões de maneira estratégica. Essa análise poderá refletir no fluxo de pacientes da sua clínica.

Por isso, faça uma análise cuidadosa sobre as áreas da profissão que já estão saturadas no mercado, para garantir que você não está oferecendo “mais do mesmo”. 

É preciso oferecer um diferencial atrativo para sobreviver à competitividade atual. 

Para analisar o mercado, observe as seguintes questões:

  • Nesta região, quantas clínicas e consultórios com a mesma proposta já existem?
  • Como está a lucratividade desses clientes?
  • Qual a qualidade dos serviços prestados?
  • Em quais áreas há maior carência de serviços?
  • Qual é o meu diferencial em relação aos demais?

Imagine que você irá investir em uma área em que já há um número significativo de clínicas com a proposta parecida com a sua. Qual estratégia você irá utilizar para se destacar? 

Provavelmente será preciso investir mais em marketing e em uma estrutura que se diferencie das demais. Se você pode investir esse valor, essa é uma opção.

Mas, agora, imagine que você não tem a possibilidade de desembolsar uma quantia tão grande. A melhor estratégia é procurar um lugar em que há maior carência de serviços odontológicos. 

Depois da análise cuidadosa de cada uma dessas questões, é provável que você realize um investimento de menor risco.

Planeje

Após pensar e analisar, a terceira parte desta dica é: planeje.

Estabeleça metas a curto, médio e a longo prazo, para conseguir dimensionar com mais facilidade o desempenho do seu negócio.

Lembre-se: essas metas precisam ser realistas!

Eleja parâmetros para medir a performance da sua clínica. Por exemplo: quanto você espera ter de lucro diário no prazo de 1 ano? A partir desse número, estabeleça quantos pacientes precisa atender por dia para ter o lucro líquido que espera.

Em sequência, estabeleça metas trimestrais para atingir o alvo.

Com metas reais é mais fácil cumprir o objetivo!

Leia mais: Como elaborar um plano de negócio para o meu consultório?

Estabeleça os serviços odontológicos que serão prestados e precifique

É muito mais cômodo para o paciente ter uma clínica de confiança em que ele possa realizar todos os procedimentos. 

Mas, quando se está começando, é muito difícil conseguir atender todas as necessidades, até mesmo por falta de profissionais especializados para cada área.

Por isso, planeje com estratégia! Se você deseja atuar como especialista em implantodontia, por exemplo, invista em equipamentos dessa área e em exames de imagem. Depois, defina quais são os serviços que sua clínica ou consultório vai executar.

Agora que você já decidiu os serviços odontológicos que serão prestados, outro passo importante é saber o que analisar no momento da precificação desses procedimentos. 

Confira os passos para precificar de uma forma justa para todas as partes:

  1. Coloque no papel todas as despesas do seu consultório. Todas mesmo!
  2. Defina quanto custa cada procedimento que você realiza.
  3. Determine quanto de lucro você deseja obter.
  4. Adicione um percentual de reserva para imprevistos.
  5. Faça uma pesquisa de mercado. Observe quanto a concorrência – com o mesmo título que você – está cobrando. 
  6. Realize periodicamente a reavaliação dos preços.

Com a precificação correta você pode evitar problemas financeiros!

Como abrir uma clínica ou consultório odontológico | Dental Office

Esteja por dentro de todas as exigências legais para abrir seu consultório de odontologia

Atenção: aqui todo cuidado é pouco! 

Você precisa conferir cada aspecto da legislação para ter a certeza de que seu negócio está de acordo com todas as exigências legais.

Na área da saúde há um cuidado muito especial com as normas sanitárias e de higiene, que regulamentam desde o início da obra até o recolhimento dos resíduos.

Para além de garantir que não será surpreendido negativamente com multas e até a suspensão de atividades pela vigilância sanitária, é preciso enxergar as exigências legais como aliadas na busca por oferecer um serviço de qualidade inquestionável.

Fique atento também para o recolhimento dos tributos, para que não pese no seu orçamento de uma vez só. Além disso, fique atento às maneiras de pagar menos tributos e manter a saúde financeira da sua clínica.

Além disso, você precisa colocar em ordem as seguintes burocracias para poder atuar:

  • Realizar o registro de autônomo;
  • Contrato Social;
  • Registro na junta comercial;
  • Inscrição estadual;
  • Fazer inscrição no INSS;
  • Solicitar o alvará do espaço para Vigilância Sanitária;
  • Laudo AVCB Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros
  • Laudo radiométrico, caso faça uso de aparelhos de Raio X.

Recomendamos que você tenha o acompanhamento de um escritório de contabilidade expert na rotina de clínicas. Conheça a nossa parceira que simplifica a sua contabilidade: a Agilize!

Escolha cuidadosamente a localidade, seus equipamentos e a mobília para abrir um consultório odontológico

Localidade

Como falamos anteriormente, a escolha da localidade deve ser feita com atenção porque pode influenciar muito –  positiva ou negativamente –  o fluxo de clientes da sua clínica, devido à concorrência. 

Mas há outras questões para ter cuidado no momento de escolher o local ideal para a clínica. Confira:

  1. Você tem fácil acesso à localização?

    Esse questionamento é importante para que você se planeje. Como vai se dirigir até o local? Um longo caminho a ser percorrido pode te gerar estresse e gastos. Se questione o quanto isso irá afetar a qualidade do atendimento da sua clínica.
  2. Qual a distância entre o seu consultório e o seu público?

    Você já se perguntou onde mora, estuda ou trabalha o seu público-alvo? Se a clínica for localizada distante dos seus pacientes, pode ser que desistam pela falta de praticidade. 

Você já pensou sobre como a localidade pode afetar seu desempenho? 

Como abrir uma clínica ou consultório odontológico | Dental Office

Equipamentos e mobília

A compra dos equipamentos é algo que logo no início do curso de odontologia já atormenta os futuros dentistas.

Sabemos que essa etapa é a que exige maior investimento e que, muitas vezes, os preços doem no bolso.

Por isso, é fundamental escolher corretamente, com base no nicho que você decidiu atender, para evitar desperdícios e gastos.

Comece pelos equipamentos odontológicos indispensáveis: cadeiras odontológicas, negatoscópios, compressores odontológicos, fotopolimerizador, autoclave, entre outros.

E, agora que você já decidiu quais os serviços serão prestados, pode orçar os equipamentos mais específicos para cada procedimento.

A mobília pode parecer algo simples de decidir, mas sempre tenha em mente que ela é uma das grandes responsáveis pela primeira impressão do seu paciente.

Faça o orçamento de equipamentos de informática e de bancadas, cadeiras e itens de decoração para deixar a clínica com uma boa apresentação. 

O resultado estético é bem importante!

Por isso, decida com cuidado as cores e as mensagens que deseja passar com a decoração.

Calculadora para abrir seu consultório odontológico

Planeje o atendimento que você pretende oferecer na clínica

A humanização no atendimento é algo básico quando o assunto é saúde!

É preciso considerar a dor do paciente, vê-lo como um todo, preocupar-se com a satisfação e o atendimento de qualidade.

Além de garantir que o seu paciente retornará e se tornará um cliente fiel do seu consultório, se questione: como você espera que a sua clínica seja lembrada? Como um lugar acolhedor, empático? 

Ou como um lugar que apenas quer contabilizar os lucros ao final do dia?

Em razão disso, garanta que o seu paciente será atendido com todo o cuidado, desde o agendamento até o retorno pós-atendimento. Escolha cuidadosamente a (o) profissional que estará ao seu lado nesse empreendimento!

Leia mais: O que considerar na contratação de uma secretária odontológica.

Faça da tecnologia uma aliada: contrate um sistema para consultório odontológico!

A organização é um dos principais pilares de uma clínica/consultório. Por isso, para começar seu empreendimento bem, comece com organização.

A boa notícia é que você pode contar com a ajuda da Dental Office para ter um bom controle de informações. É tecnologia, organização, gestão e mobilidade em um único sistema!

Com as nossas soluções, você pode ter fácil acesso a tudo que fez, na data certa e com os detalhes sobre o procedimento realizado. Você não perde nada!

Temos também a Agenda Digital, para que o seu paciente não precise ficar esperando a resposta no Whatsapp Business. É tudo automático!

Nossos sistemas estão sempre passando por melhorias, porque entendemos as necessidades das clínicas.

Sabemos que você, que está abrindo a sua clínica agora, tem vários custos, então, queremos facilitar no que nos cabe. As soluções Dental Office são pensadas em cada detalhe para que você não precise se preocupar. Oferecemos diversos planos, sem contrato mínimo ou multa rescisória.

Você também pode dar esse pontapé em uma gestão eficiente com qualidade e sem gastar nada com o nosso software Dental Office Start. Mantenha as planilhas longe da sua clínica odontológica. Você já pode começar o seu negócio otimizando o tempo e maximizando a lucratividade com o Dental Office!

Escolhendo um software para seu consultório!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *