Técnico em saúde bucal: tudo o que você precisa saber sobre essa profissão

O técnico em saúde bucal é um profissional essencial para clínicas e consultórios odontológicos. Afinal, é ele o responsável por auxiliar o dentista nas atribuições do dia a dia, preparando a sala para os atendimentos odontológicos, ajudando na organização clínica e afins

Mas ainda surgem muitas dúvidas em relação às atribuições e responsabilidades desse profissional dentro e fora das clínicas.

O que ele pode fazer? O que não pode? O que é preciso para se tornar um técnico em saúde bucal? Vale a pena ser técnico antes de ser dentista?

Se você chegou até aqui e tem essas ou outras dúvidas, esse conteúdo é para você. Aqui você vai saber tudo o que precisa sobre essa profissão tão importante e necessária na odontologia, como:

  • O que é o técnico em saúde bucal?
  • O que faz?
  • O que não pode fazer?
  • Qual é a faixa salarial?
  • Como é o curso para técnico em saúde bucal?
  • Vale a pena investir em um curso de técnico de saúde bucal antes da faculdade de odontologia?

Então sem mais delongas, vamos lá!

O que é o técnico em saúde bucal?

técnico em saúde bucal

O técnico em saúde bucal (TSB) é o profissional que auxilia o cirurgião-dentista durante as consultas. Ou seja, é esse profissional que ajuda o dentista durante os procedimentos e atendimentos, com a preparação da sala de atendimento, instrumentação, e afins.

Essa profissão foi regulamentada pela lei  11889/08 onde estão descritas as obrigações do técnico em saúde bucal, bem como as exigências para atuação. 

De acordo com a lei, o TSB precisa se registrar no Conselho Federal de Odontologia, bem como no Conselho Regional de Odontologia na jurisdição em que irá atuar. Além disso, é necessário a realização de um curso específico para exercer as atividades competentes ao cargo.

Esse profissional também precisa da constante supervisão de um dentista, não podendo atuar por conta própria ou ter consultório. As atividades administrativas também não são de competência do TSB, cabendo assim a contratação de uma secretária.

Leia mais em: Técnico em Saúde Bucal, Auxiliar de Dentista e Secretária: quais as diferenças desses profissionais?

O que faz o técnico em saúde bucal?

Entre as atividades permitidas e que estão descritas na lei 11889/08, o técnico em saúde bucal pode:

  • Participar do treinamento e capacitação de Auxiliar em Saúde Bucal e de agentes multiplicadores das ações de promoção à saúde; 
  • Participar das ações educativas atuando na promoção da saúde e na prevenção das doenças bucais;
  • Participar na realização de levantamentos e estudos epidemiológicos, exceto na categoria de examinador;
  • Ensinar técnicas de higiene bucal e realizar a prevenção das doenças bucais por meio da aplicação tópica do flúor, conforme orientação do cirurgião-dentista; 
  • Fazer a remoção do biofilme, de acordo com a indicação técnica definida pelo cirurgião-dentista; 
  • Supervisionar, sob delegação do cirurgião-dentista, o trabalho dos auxiliares de saúde bucal;
  • Realizar fotografias e tomadas de uso odontológicos exclusivamente em consultórios ou clínicas odontológicas;
  • Inserir e distribuir no preparo cavitário materiais odontológicos na restauração dentária direta, vedado o uso de materiais e instrumentos não indicados pelo cirurgião-dentista; 
  • Proceder à limpeza e à anti-sepsia do campo operatório, antes e após atos cirúrgicos, inclusive em ambientes hospitalares;
  • Remover suturas; 
  • Aplicar medidas de biossegurança no armazenamento, manuseio e descarte de produtos e resíduos odontológicos; 
  • Realizar isolamento do campo operatório;
  • Exercer todas as competências no âmbito hospitalar, bem como instrumentar o cirurgião-dentista em ambientes clínicos e hospitalares. 

O que não pode fazer?

técnico em saúde bucal

Já as atividades que não são permitidas ao técnico em saúde bucal, ainda de acordo com a mesma lei, são: 

  • Exercer a atividade de forma autônoma, conforme pontuado acima;
  • Prestar assistência, direta ou indiretamente, a paciente, sem a indispensável supervisão do cirurgião-dentista; 
  • Fazer propaganda de seus serviços, mesmo em revistas, jornais ou folhetos especializados da área odontológica. 
  • Realizar qualquer outro procedimento que não esteja descrito acima.

Vale ressaltar que, segundo a lei a “supervisão direta se dará em todas as atividades clínicas, podendo as atividades extra clínicas ter supervisão indireta.”

Qual é a faixa salarial de um técnico em saúde bucal?

De acordo com o site Salário.com.br um técnico em saúde bucal ganha em média R$ 1.559,98 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais, sendo o teto salarial por volta de R$ 2.731,20.

Esses dados são de acordo com pesquisa do site, junto a dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web realizado no período de janeiro a dezembro de 2021.

Ainda a respeito de valores, a lei que regulamenta a atividade no Brasil determina que as anuidades dos Conselhos Regionais pelo Técnico em Saúde Bucal e pelo Auxiliar em Saúde Bucal, assim como das taxas correspondentes aos serviços e atos indispensáveis ao exercício de ambas profissões não podem ultrapassar, respectivamente, 1/4 (um quarto) e 1/10 (um décimo) daqueles cobrados ao cirurgião-dentista.

Como é o curso para técnico em saúde bucal?

O curso de técnico em saúde bucal tem duração média de 16 a 24 meses, correspondendo a 1.200 horas. No curso, o aluno aprende diversos conceitos básicos da odontologia, e tem noções práticas e teóricas de procedimentos dentários, tais como: 

  • Anatomia e Fisiologia Bucal;
  • Biossegurança;
  • Instrumentação e equipamentos odontológicos;
  • Microbiologia e Imunologia;
  • Noções em Cirurgia Odontológica;
  • Periodontia;
  • Higiene bucal
  • Primeiros Socorros;
  • Psicologia Aplicada;
  • Promoção da Saúde e Prevenção no Trabalho;
  • Radiologia Bucal;
  • Saúde Ambiental;
  • Técnicas de Higiene Dental;
  • Técnicas Restauradoras;
  • Entre outros.

Vale a pena investir em um curso de técnico de saúde bucal antes da faculdade de odontologia?

técnico em saúde bucal

Essa é uma pergunta que muitos profissionais fazem antes de começar esse curso, especialmente os que pretendem seguir carreira como dentistas. A resposta para essa pergunta vai depender muito do que você busca profissionalmente.

Atuar como técnico em saúde bucal pode ser muito benéfico para aqueles que ainda tem dúvida se a odontologia é a carreira que quer seguir. Nesses casos, ver a rotina de uma clínica de perto como TSB pode ser uma forma de tirar as dúvidas e clarear os próximos passos profissionais.

Outra questão importante é em relação ao investimento necessário para começar uma faculdade de odontologia. E quando falamos em investimento, não estamos nos referindo apenas a gastos com materiais, livros, e afins. 

Leia mais em: Quanto gasta um estudante de odontologia?

O investimento de tempo, dedicação e estudo também deve ser levado em consideração nesse momento de definição e escolha. Por isso, fazer um curso de TSB antes de começar a faculdade pode ser interessante.

Dessa forma você ganha certa experiência na área, e chega ao ensino superior ainda mais preparado para os desafios do curso.

Por fim, 

Chegamos ao fim de mais um conteúdo aqui no Blog Dental Office. Esperamos que esse conteúdo tenha te ajudado a entender melhor o que é a profissão de técnico em saúde bucal, quais as exigências e atribuições desse cargo, e as principais vantagens dele.

Se você gostou desse conteúdo, não deixe de compartilhar com a sua equipe e colegas de profissão.

Não deixe de conferir o nosso ebook ‘Checklist do Consultório Odontológico de Sucesso’. É só clicar aqui embaixo:

Checklist do Consultório Odontológico de Sucesso

Esperamos você no nosso próximo post.

Agradecemos a sua leitura e até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *