Saúde Mental: como manter uma rotina de trabalho saudável na odontologia?

O trabalho em um consultório odontológico requer uma rotina árdua de toda a equipe. Há muitas tarefas para serem executadas e nem sempre existe tempo suficiente para fazer tudo o que é esperado.

Muitas vezes, é preciso sabedoria para priorizar o que é mais urgente e executar essas tarefas primeiro, o que deixa uma série de atividades a serem feitas em segundo plano. 

A consequência desse cenário é acúmulo de trabalho e se colocar sob pressão, o que gera resultados negativos no final.

No consultório odontológico, há a questão de horas marcadas e agendamentos, o que requer que aquele compromisso seja atendido especificamente nesse momento. A opção de adiar não é válida.

Diante desse cenário, maximizado nos dias de hoje, devido à pandemia, a rotina de trabalho do dentista ficou pesada para ele e toda a sua equipe, a ponto de comprometer a produtividade de todos os envolvidos.

Como trabalhar nessas circunstâncias desafiadoras e reduzir o estresse no trabalho? É possível manter a saúde mental frente a uma rotina desgastante? E os pacientes? Como atendê-los de forma satisfatória quando há tamanha pressão?

Preparamos esse artigo para responder esses questionamentos e apontar possíveis saídas para que a sua clínica odontológica mantenha a produtividade alta e equipe motivada. Afinal, saúde mental é prioridade em qualquer ambiente de trabalho.

Saúde mental: o que é?
Síndrome de Burnout: os perigos de uma rotina estressante 
Como garantir a saúde mental da equipe?
Dicas de como promover um ambiente de trabalho saudável

Saúde mental: o que é?

Especialistas da Medicina afirmam que uma pessoa mentalmente saudável é aquela que tem o controle de suas emoções e sentimentos e os mantém em equilíbrio

Os seres humanos podem sentir uma variedade de emoções ao mesmo tempo, sendo elas positivas (alegria, calma ou satisfação) ou negativas (decepção, frustração e tristeza).

Dependendo do meio em que se insere, a pessoa pode se sentir inclinada a experienciar emoções positivas ou negativas. 

No cenário atual, diante de tantos acontecimentos desfavoráveis e consequentes de uma pandemia global, a saúde mental pode acabar sendo afetada negativamente. 

Contudo, é válido pontuar que nem sempre é preciso uma pandemia global para que a saúde mental seja afetada negativamente. Um ambiente de trabalho desestimulante e desorganizado tende a ter os mesmos efeitos nos colaboradores e gestores.

Quando isso acontece, o indivíduo começa a experienciar a sensação de sobrecarga, estresse, frustração e desânimo. Como manter um bom trabalho quando são esses sentimentos que se sobressaem?

Se uma pessoa da equipe se sente mentalmente exausta e cansada, isso já é o suficiente para que todo o rendimento do time seja reduzido, uma vez que esse indivíduo será incapaz de executar seus afazeres com a mesma agilidade e eficiência de antes.

Portanto, priorizar uma equipe mentalmente saudável é essencial para que a qualidade do atendimento na clínica odontológica não seja comprometida

Síndrome de Burnout: os perigos de uma rotina estressante 

Outro fator que é preciso mencionar quando o assunto é trabalhar de forma saudável e produtiva é a Síndrome de Burnout.

Enquanto a saúde mental é afetada por fatores externos, a Síndrome de Burnout é uma consequência direta de uma rotina de trabalho desbalanceada e estressante.

Sendo assim, trata-se de uma doença ocupacional que pode ser identificada quando o dentista, ou qualquer membro da equipe, sentir cansaço excessivo, esgotamento, desânimo e frustração.

Desse modo, quando o profissional é acometido por essa Síndrome, sua vida pessoal é afetada também, bem como a saúde física. Isso acontece porque a pessoa sente dificuldades para dormir, para comer e pode sentir dores em várias partes do corpo, como a cabeça e estômago, principalmente.

Além desses graves sintomas, o profissional pode sentir tamanha desmotivação, que pode o levar ao colapso, o que exige o afastamento do ambiente do trabalho. 

Mas, como o indivíduo deixa chegar nesse ponto? Não é possível perceber que há algo errado e tentar evitar essa situação?

O problema é que muitas vezes não se percebe o quanto a rotina está afetando a saúde mental do profissional. 

Lidar com prazos e limites diariamente, com a cobrança constante e conviver com pessoas exigentes no dia a dia podem levar o indivíduo à Síndrome de Burnout sem que ele perceba.

Nota-se que o trabalho em uma clínica odontológica é exatamente assim, somado com a realização de muitos atendimentos por dia, o que deixa o dentista e seu time, especialmente secretárias, em um alerta constante.

É relevante pontuar que, quando o profissional que sofre da Síndrome de Burnout está ativo no trabalho, as tarefas executadas por ele têm um rendimento baixo ou até negativo.

Por exemplo, se um dentista emocionalmente sobrecarregado atende um paciente, esse procedimento pode ter uma conclusão que não é a ideal. Como consequência, a pessoa atendida deixará o consultório insatisfeita e pode não retornar.

No caso das secretárias e gestores, a Síndrome de Burnout pode ter como consequência a mistura de informações importantes para atendimentos, erros nos agendamentos, cobranças indevidas e esquecimento de afazeres.

Todas essas atitudes pesam negativamente no atendimento e resultam na perda de pacientes. Por isso, a produtividade é negativa. 

Saiba mais sobre como este problema se manifesta no artigo:

Como garantir a saúde mental da equipe?

As consequências de trabalhar sob pressão, sobrecarregado e com a saúde mental vulnerável traz consequências, às vezes, irreversíveis para o consultório odontológico.

Assim, é fundamental garantir um ambiente agradável e uma rotina saudável, especialmente quando eventos externos tendem a causar incômodo e desconforto no dia a dia da equipe.

Manter o consultório em níveis baixos de estresse tem resultados positivos na produtividade. Como fazer isso? Conversas descontraídas ao longo do dia fazem toda a diferença, bem como incentivar práticas para relaxar, como meditação.

Como gestor e referência para todo o time, é importante expor os benefícios de meditar por alguns minutos durante o expediente ou apresentar outras técnicas de relaxamento rápidas, como respiração diafragmática e alongamentos corporais.

Outras práticas que costumam ajudar na promoção da saúde mental são a prática de esportes ou exercícios físicos, adotar uma alimentação cuidadosa e saudável e não subestimar momentos de lazer e descontração.

Descansar é outra prática que tende a ser negligenciada nos dias atuais. O organismo precisa de descanso e horas ininterruptas de atendimento clínico, para o dentista, e expedientes sucessivos, para o gestor e secretárias, pode ter o efeito oposto do desejado. 

Também é importante saber lidar com as situações difíceis que aparecem no dia a dia, entendendo que é possível contar com a ajuda dos colegas para tomar decisões e resolver problemas. 

Por fim, ao notar que algum integrante da equipe está apresentando sintomas de esgotamento mental ou de Síndrome de Burnout é preciso encaminhá-lo para acompanhamento psicológico especializado.

Dicas de como promover um ambiente de trabalho saudável

O grande segredo para evitar a sobrecarga no ambiente de trabalho e uma consequente Síndrome de Burnout é contar com a organização e cooperação da equipe.

Dessa maneira, adotar práticas que podem organizar a rotina de trabalho reduz significativamente as chances de excesso e acúmulo de tarefas.

Com a adoção de medidas simples, é possível garantir uma equipe produtiva e, o mais importante, mentalmente saudável:

  • Mantenha um canal aberto para o diálogo: uma equipe que sabe como se comunicar é capaz de atingir resultados muito melhores no dia a dia e evitar que tarefas precisem de refação. Isso otimiza o tempo de todos, além de manter o ambiente sempre agradável para se trocar ideias e feedbacks;
  • Tenha um local de trabalho organizado: a organização é o principal elemento para um trabalho harmonioso e nada melhor do que um sistema de gestão para ajudar nesse critério. A papelada é um grande dificultador de um local laboral positivo e a tecnologia ajuda a promover a organização;
  • Delegue funções entre os membros da equipe: se todos sabem de suas responsabilidades diárias, é muito mais fácil realizar a gestão do consultório odontológico. 

Alguém precisa ser responsável pelo contato com clientes, pela verificação do estoque de insumos, administração de despesas e recebimentos e assim por diante;

  • Adote uma rotina fixa: ter uma sequência de tarefas a serem feitas ajuda muito na execução do trabalho, especialmente para secretárias e gestores.

Desse modo, esquecimentos são evitados, o que reduz a incidência de estresse no trabalho. Ainda, ter uma sólida rotina impede que o expediente do dentista e equipe sejam extrapolados;

  • Faça pausas durante o dia para evitar a sobrecarga: há profissionais que negligenciam até mesmo os horários das refeições. Isso deve ser evitado, pois as pausas para relaxamento são importantes para a saúde mental, além de ajudar na organização dos afazeres.
Essas ações, apesar de parecerem simples, são de extrema relevância para tornar o ambiente de trabalho saudável.

Adotar ferramentas tecnológicas, como a agenda online e o prontuário eletrônico, é essencial para que a clínica tenha o seu bom funcionamento e atendimento assegurados, com o benefício de agilizar tarefas e economizar tempo.

Um software de gestão, por exemplo, ajuda a organizar a rotina de trabalho, pois é capaz de notificar contas a serem pagas ou a receber ou para a confirmação de consultas, por exemplo.

Isso não apenas irá melhorar a qualidade de vida, mas também irá promover um atendimento mais efetivo, humanizado e atencioso, o que é elementar para o sucesso da clínica.

Conheça neste eBook uma série de ferramentas digitais que podem auxiliar e automatizar processos da sua clínica para ajudar a manter sua clínica um lugar melhor para a saúde mental de toda a equipe: