Gestão financeira para dentistas: como não errar nas finanças da sua clínica?

A gestão financeira para dentistas pode ser bastante complicada. Com a correria do dia a dia, acompanhar de perto entradas e saídas, estoque, além de lidar com os atendimentos, pode ser bem cansativo. 

No entanto, algumas medidas podem fazer essa gestão se tornar menos maçante, e mais fluída e fácil de conduzir. Separamos aqui algumas dicas de como tornar sua gestão mais simples para você não errar nas finanças da sua clínica, além de quatro indicadores essenciais para você acompanhar de perto.

Vamos lá?

Tenha uma vida financeira organizada

gestão-financeira-para-dentistas

A organização financeira é o primeiro passo para não cometer erros na gestão da sua clínica odontológica. E essa dica vale tanto para as finanças pessoais quanto para as finanças do consultório.

Mas bem, por onde começar?

gestão-financeira-para-dentistas Primeiro, é importante ter em mente que assim como qualquer negócio e ramo, a gestão financeira para dentistas também depende de muita disciplina. Ter constância nas ações e no acompanhamento da sua clínica é essencial para evitar erros.

Outra dica é conhecer os prazos. Saber o dia de vencimento e recebimento de contas fixas, por exemplo, te ajuda e muito na organização dos pagamentos.

Aqui, o ideal é também escolher os melhores dias de vencimento, para que não haja imprevistos financeiros na hora do pagamento.

Outra forma de começar a se organizar, é definir um orçamento anual. Com base nesse orçamento, você conseguirá definir qual o teto de gastos mensais e até mesmo semanais. Dessa forma você não gasta além do que é esperado, e consegue manter a sua clínica no verde. 

Para saber mais sobre controle financeiro acesse nosso post “O que você precisa saber sobre controle financeiro da sua clínica ou consultório?

Atente-se aos indicadores financeiros

gestão-financeira-para-dentistas

Acompanhar os indicadores financeiros é fundamental na gestão financeira para dentistas à frente de consultórios odontológicos. Afinal, indicadores financeiros são métricas utilizadas justamente para mensurar como está a saúde financeira de uma empresa.

Os principais indicadores financeiros que devem estar no seu radar, como gestor, são: retorno sobre investimento (ROI), liquidez corrente, lucratividade e ticket médio.

Retorno sobre investimento (ROI)

O ROI é a abreviação de Return On Investment, que consiste em calcular qual é o retorno financeiro em relação ao investimento e a quantidade de dinheiro investido. Em resumo, o cálculo é utilizado para saber se a empresa teve o retorno esperado com o dinheiro investido.

A fórmula para calcular o ROI é bastante simples:

ROI = (ganho obtido – investimento inicial) / investimento inicial

Portanto, suponhamos que você tenha ganho R$ 20.000 com um investimento inicial de R$ 5.000. A fórmula para calcular o ROI seria:

ROI = (20.000 – 5.000) / 5.000 = 3

Ou seja, você ganhou 3 vezes mais do que foi investido inicialmente. Esse cálculo é extremamente importante para que o gestor tenha controle sobre os gastos e o retorno sobre eles. Portanto, se você ainda não calcula o ROI da sua clínica, é importante começar.

Liquidez corrente 

A liquidez corrente é um indicador financeiro utilizado para saber se uma empresa conseguirá arcar com as suas obrigações a curto prazo. Para calcular a liquidez corrente, é necessário conhecer dois conceitos: ativo e passivo circulante.

O ativo circulante é todo bem que pode ser convertido em dinheiro. Na odontologia, por exemplo, podem ser incluídos valores a receber, Depósitos bancários, Reservas de caixa, Dinheiro em caixa, etc.

O passivo circulante engloba todas as dívidas do seu negócio. Entram nessa categoria contas a pagar, dívidas com fornecedores, impostos a recolher, empréstimos bancários, etc.

Para calcular é simples:

 Liquidez Corrente = Ativo circulante / Passivo circulante

Se o resultado for maior que 1, significa que a clínica tem capital suficiente para arcar com as suas obrigações financeiras de curto prazo. 

Igual a 1, significa que o capital e as obrigações financeiras são as mesmas. 

Menor que 1, significa que a empresa não tem como arcar com as suas obrigações de curto prazo.

Lucratividade

Considerado um dos indicadores mais importantes, a lucratividade é utilizada para apontar o ganho de uma empresa ou negócio. Ou seja, se as vendas conseguem suprir as obrigações financeiras e ainda gerar lucro.

Para calcular a lucratividade é simples:

Lucratividade = (Lucro líquido / Receita total) x 100.

Na prática, se um empresa tem um lucro líquido mensal de R$15.000 e uma receita total de R$ 120.000 o cálculo seria

Lucratividade = (15.000 / 120.000) x 100 

Lucratividade = 0,125 x 100

Lucratividade= 12,5%

Ou seja, a empresa está lucrando 12,5% ao mês. Esse cálculo pode ser feito mensalmente, semestralmente ou anualmente, de acordo com a necessidade da sua clínica.

Ticket médio

O ticket médio é o valor médio das vendas de um determinado período. No caso de clínicas odontológicas, aqui são incluídos os valores recebidos nos procedimentos realizados pelo número de clientes atendidos. 

Ou seja, a fórmula para calcular o ticket médio da sua clínica é:

Ticket médio =  (faturamento do período / número de clientes atendidos)

Suponhamos que você tenha faturado R$ 20.000 no mês e tenha atendido 32 pacientes. Nesse caso o cálculo será:

Ticket médio = (20.000 / 32) = 625

Ou seja, cada cliente gastou, em média, R$ 625,00 na sua clínica por atendimento.

Para saber mais sobre ticket médio, acesse “Dentista: como calcular o ticket médio da sua clínica de odontologia?

Por fim, conte com a tecnologia!

gestão-financeira-para-dentistas

A gestão financeira para dentistas não precisa ser um pesadelo. E para tornar esse processo cada vez mais simples, se aliar a soluções de pagamento integradas a um software de gestão pode ser um grande passo.

Totalmente integrada ao Dental Office, a solução completa da STONE facilita o seu dia a dia com tecnologia de ponta para você fechar mais tratamentos e aumentar o seu ticket médio.

Além de oferecer ótima experiência de pagamento aos seus pacientes, é possível acompanhar a previsão de recebimentos por meio de dashboards facilitando a sua gestão. Com essas informações, fica muito mais fácil ter total controle da gestão financeira da sua clínica.

Acesse o nosso site e saiba de todas as vantagens que a parceria Stone + Dental Office pode te oferecer na gestão do seu negócio.

Gostou desse conteúdo? Então, comente o que achou e não deixe de compartilhar com a sua equipe!

Agradecemos a sua leitura e até a próxima!