Coworking Odontológico: você sabe o que é?

Você muito provavelmente já deve ter escutado a expressão ‘coworking odontológico’. Dentistas de todo o mundo estão adotando essa tendência e a expectativa é que esse modelo de trabalho cresça ainda mais.

Dados do Censo Ancev 2021, realizado pela Associação Nacional dos Coworkings e Escritórios Virtuais, mostram que 40,3% dos espaços que participaram da pesquisa (um total de 1.647 pelo Brasil), estão em processo de expansão.

O censo também mostra que 36,9% desses espaços se consideram consolidados, ou seja, firme no mercado. Tudo isso indica que o coworking veio para ficar, e mesmo com a pandemia de Covid-19, esse mercado continua em constante crescimento no Brasil.

Mas afinal, o que é o coworking odontológico? Quais as suas vantagens? Onde encontrar espaços de coworking para dentistas? 

 Se você quer saber mais sobre esse assunto, continue lendo este conteúdo!

  • O que é um Coworking Odontológico?
  • Tipos de Coworking Odontológico
    • Aluguel por mês
    • Aluguel por dia
    • Aluguel por hora
  • Coworking odontológico: vantagens e desvantagens
    • Vantagens
      • Flexibilidade
      • Custo-benefício
      • Estrutura completa
    • Desvantagens
      • Personalização do espaço
      • Falta de privacidade
      • Dificuldade em marcar retornos
  • Coworking ou consultório próprio: qual é melhor?
  • Coworking odontológico: vale a pena?

O que é um Coworking Odontológico?

Coworking Odontológico

O Coworking nada mais é do que um espaço compartilhado que permite que vários dentistas atuem de forma individual no atendimento dos seus pacientes, porém em um único prédio ou salão, divididos em salas individuais.

Através do coworking você encontra os ambientes ideais para prestação dos seus serviços odontológicos para determinada região. É uma forma de iniciar os seus atendimentos na odontologia, sem a necessidade de montar um consultório próprio ou trabalhar para terceiros.

Existem diversos tipos de coworking odontológico. Falaremos o próximo tópico um pouco mais a fundo sobre cada um desses tipos e suas características.

Tipos de coworking odontológico

Há diversos tipos de coworking, no que se refere a aluguel e tipos de planos. O ideal é saber quais são e qual deles atende melhor às suas necessidades. Entre os principais tipos de coworking estão:

Aluguel por mês

O dentista fecha um contrato de aluguel para o mês, podendo utilizar todos os recursos do espaço durante esse período. Esse tipo de coworking pode ser o mais atrativo para profissionais que já possuam uma clientela fiel e que esteja procurando se estabelecer em um local.

Aluguel por dia

Assim como o nome já diz, esse tipo de aluguel é pago por dia de uso. Pode ser interessante para dentistas que trabalham em outras clínicas, mas que pretendem iniciar atendimentos particulares e específicos, como procedimentos estéticos que podem ser realizados por dentistas, ou até mesmo pequenas cirurgias. 

Aluguel por hora

Sim, algumas empresas de coworking também oferecem o aluguel por hora. Essa categoria pode ser interessante para um atendimento mais pontual, ou para dentistas que tem apenas um horário específico para atender.

Consultório pay per use

‘’Pay per use’’ em tradução livre significa, pagamento por uso. É um modelo que oferece mais flexibilidade de agenda, além de pagar apenas pelo período que usá-lo.

Com os consultórios pay per use você também não precisa investir em estrutura e pagará somente pelo tempo de atendimento.

Por exemplo:

Na próxima terça-feira você atenderá dois pacientes e esse atendimento totalizará 50 minutos/dia. Logo, o valor desse aluguel estará calculado por minutos, ou na maioria das vezes, por hora.

Todas essas informações, principalmente do valor do aluguel do consultório, são essenciais na formação de preço dos serviços odontológicos.

Coworking odontológico: vantagens e desvantagens

Coworking Odontológico

Agora que já sabemos o que é e quais são os tipos de coworking disponíveis no mercado, está na hora de ver quais são as vantagens desse modelo de trabalho.

Vantagens

Aqui, listamos as três principais: flexibilidade, redução de custos e estrutura completa.

Flexibilidade

Sem dúvidas, a flexibilidade é uma das características mais atrativas do coworking. Por se tratar de um modelo de trabalho compartilhado, é possível alugar os espaços de forma revezada. Ou seja, você pode atender em uma cidade de segunda a quarta, e em outra de quinta a sábado. 

Isso aumenta a sua capacidade de atendimento, crescendo a sua cartela de clientes. Sem o coworking e trabalhando apenas em uma região, essa tarefa se tornaria muito mais complicada.

Custo-benefício

Outra vantagem inegável do coworking na odontologia, é o custo benefício. Vale lembrar que os espaços compartilhados normalmente já vem equipados com os materiais odontológicos necessários para iniciar o trabalho.

Dessa forma, não é necessário realizar nenhum investimento inicial, comprando equipamentos odontológicos. Basta pagar o aluguel conforme a sua necessidade (mensal, diário ou por hora) e começar a atender.

Estrutura completa

Indo de encontro com o custo-benefício citado acima, outra vantagem é a estrutura do espaço. Além das salas já equipadas, muitas empresas que oferecem o coworking já possuem uma recepção, com profissionais qualificados, além de outras salas adicionais, como raio-x, esterilização de materiais, entre outros.

Tudo isso sem contar com estacionamento para os pacientes e para os funcionários, copa, banheiros e limpeza.

Desvantagens

Já em relação às desvantagens, as três principais são: personalização do espaço, falta de privacidade, dificuldade em marcar retornos.

Personalização do espaço

Por ser um espaço compartilhado, não é possível personalizar e decorar a sala ou a recepção de maneira definitiva. No entanto, é possível utilizar itens para decoração que sejam fáceis de serem retirados e guardados, caso seja necessário, como quadros, diplomas, etc.

Falta de privacidade

Se você, dentista, não troca a sua privacidade e a dos seus pacientes por nada, o coworking talvez não seja indicado para você. O modelo de compartilhamento pode ser um tanto quanto desafiador, afinal, você terá contato direto com outros profissionais e outros pacientes. Dificilmente o espaço ficará vazio, e será tão tranquilo quanto ter um consultório próprio.

Dificuldade em marcar retornos

Essa, provavelmente, é a maior desvantagem do coworking. Ao alugar um espaço, o dentista terá dias e horários limitados de atendimento. Normalmente, esses locais são alugados por 4 horas diárias.

Se o dentista atende das 13h às 17h, por exemplo, o paciente só poderá agendar as consultas para esse horário, não sendo possível realizar uma consulta pela manhã, caso seja necessário, uma vez que outro profissional estará atendendo neste horário, no mesmo espaço.

Coworking ou consultório próprio: qual é melhor?

Para iniciar as atividades odontológicas, normalmente você precisaria realizar um investimento em arquitetura, equipamentos, decoração e tudo o que precisa saber para oferecer uma boa experiência do paciente no consultório odontológico.

Enquanto em um coworking ou em um consultório alugado esse investimento não será necessário, pois ele está pronto para ser usado.

Essa pode ser uma ótima forma de começar na odontologia, para o dentista recém formado, iniciar os atendimentos ao público, ganhar confiança nos atendimentos e conseguir a sua clientela.

No entanto, sabemos que ter o próprio negócio é o sonho de muitos dentistas. Ainda assim, começar com o coworking odontológico pode te ajudar a economizar e garantir fundos para realizar esse sonho futuramente.

Coworking odontológico: vale a pena?

Ter um espaço próprio é o ideal, um lugar que você se sinta confortável e tenha autonomia para reformar. Mas essa resposta vai depender muito do momento que você está vivendo na profissão.

Porém, vale ressaltar que o consultório por aluguel fixo, como costumamos ver, ainda apresenta desvantagens para baixas realidades financeiras.

Do mesmo modo, a compra de um local físico, no primeiro momento apresenta a vantagem de ser chamado de seu e permite deixá-lo com sua cara na arquitetura e design. Mas, muitas das vezes, por falta de recurso, você não consegue inaugurar e consequentemente não conseguirá exercer a sua profissão.

E se você se encontra nessa condição, o coworking odontológico é uma alternativa, pois um consultório compartilhado permite uma ótima rentabilidade financeira e menos preocupações com outros gastos.

Desse modo, você conseguirá reter mais recursos para futuramente abrir o seu próprio consultório odontológico. E para te ajudar com isso, você pode acessar o nosso conteúdo gratuito sobre como abrir a sua clínica odontológica. É só clicar aqui embaixo:

CTA

Gostou de desse conteúdo? Então, não deixe de compartilhar com sua equipe e dar um olhada nos outros conteúdos aqui do blog Dental Office.

Agradecemos a leitura!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também:

    1. Olá Yasmin, tudo bem?

      Neste caso, o ideal é pesquisar no Google onde existem espaços de coworking odontológico mais próximos a você ou na cidade desejada.

      Continue acompanhando o nosso blog 😉

    1. Olá, Ellen! Tudo bem?

      Esses valores dependem muito de região e também da empresa que faz o aluguel dessas salas. Nossa sugestão é pesquisar na região que necessita e cotar valores com essas empresas.

      Continue acompanhando nosso blog!

  • Eu gostaria de um exemplo de contrato para alugar uma sala no coworking. Grato

    1. Olá, Bosco! Tudo bem?

      Agradecemos o seu elogio. Continue acompanhando o nosso blog!

  • Sou cliente dental office.Quero assessoria para implantar esse serviço em minha clínica.Aguardo contato

    1. Olá, Bosco! Tudo bem?

      Você pode entrar em contato conosco por meio do nosso suporte.

      Continue acompanhando nosso blog!

  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *