Radiologia odontológica: o que é e como funciona?

Quem é dentista sabe como a radiologia odontológica é importante. Afinal, ela ajuda a diagnosticar doenças, determinar abordagens de tratamento, entre outras funções. 

São diversas as aplicações da radiologia na odontologia, sendo utilizada em inúmeros casos, especialidades, e procedimentos. Mas afinal, o que é a radiologia odontológica? Como funciona? Quais os tipos de radiografia? Para que servem?

Se você tem essas ou outras dúvidas, esse conteúdo é para você. A seguir vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre esse assunto. 

Boa leitura!

O que é a radiologia odontológica?

A radiologia odontológica nada mais é do que uma especialidade que utiliza a radiologia para examinar as estruturas faciais, dentárias, maxilares, e afins. 

São exames voltados para diagnosticar doenças, determinar abordagens no tratamento e identificar métodos mais eficazes para procedimentos.

Esse tipo de exame geralmente é realizado em clínicas de radiologia, específicas para a radiologia odontológica, com as máquinas necessárias para realizar os mais diversos tipos de radiografias, o que falaremos mais adiante.

A radiografia é realizada com uma quantidade segura de radiação, capaz de gerar imagens, e o paciente sempre é paramentado com um colete protetor de chumbo.

Para que serve a radiologia odontológica?

Radiologia odontológica

A radiologia odontológica é utilizada em diversos procedimentos, e pode ser requisitada por dentistas das mais variadas especialidades. É comumente solicitada no início de tratamentos e pode fazer parte da documentação odontológica solicitada pelo dentista.

Normalmente, a radiologia odontológica, ou raio x odontológico, é realizada em clínicas especializadas em exames de imagem. Nesses casos, o dentista encaminha o paciente para a clínica de radiologia odontológica solicitando os exames de imagem necessários para o tratamento.

A seguir, vamos ver em quais procedimentos bucais as radiografias odontológicas são mais utilizadas.

Quais procedimentos bucais precisam de raio x odontológico?

Como falamos acima, diversos especialistas podem solicitar a radiologia odontológica antes de iniciarem algum tratamento. Vamos ver 3 procedimentos odontológicos que necessitam de raio x:

Cirurgias

As cirurgias odontológicas, como exodontias, normalmente necessitam um raio x panorâmico antes prosseguir com a extração. 

Em alguns casos, como extração de dentes do siso, além da radiologia odontológica convencional, é necessário uma tomografia odontológica para analisar a proximidade da raiz do dente com o nervo alveolar.

Veja mais em: Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial: carreira, salário e formação para atuar na área

Ortodontia

Outro procedimento odontológico que necessita da radiologia é a ortodontia. Por tratar de dentes desalinhados, o raio x permite a visualização da arcada dentária e posicionamento dos dentes.

Além da radiografia, o tratamento ortodôntico também é acompanhado de moldes que são essenciais para o planejamento do tratamento.

Implantes

Implantes dentários também necessitam de radiografias para que seja estudado as estruturas que irão receber o implante.

Assim como nas cirurgias, muitas vezes o cirurgião dentista responsável pelo tratamento pode pedir uma tomografia odontológica para ajudar nas abordagens necessárias para o implante, e ajudar no planejamento.

Leia mais em: Implantodontia: saiba tudo sobre essa especialidade

Tipos de radiologia odontológica

Radiologia odontológica

Os principais tipos de radiologia odontológica são: radiologia digital, panorâmica, interproximal, periapicais e oclusal. Vamos falar sobre cada uma a seguir.

Radiografia panorâmica

Provavelmente, o tipo de radiografia mais conhecida é a panorâmica. Como o próprio nome já diz, esse tipo de raio x odontológico pega toda a extensão dos dentes e da mandíbula, e mostra dentes que já erupcionaram e os que ainda estão vão emergir.

Esse tipo de radiografia mostra a posição exata dos dentes, e por isso, é muito comum nos tratamentos ortodônticos, fazendo parte da documentação necessária para colocar os aparelhos ortodônticos.

Leia mais em: Ortodontia: o que é, qual a situação no mercado e como ter sucesso nessa especialidade odontológica

Radiografia interproximal

A radiografia interproximal é utilizada para identificar lesões (inclusive periodontais), traumas, cáries, além de auxiliar na visualização da adaptação de próteses e restaurações. 

É muito utilizada para identificar cáries que não são visíveis em consultas de rotina, sendo uma forma de prevenir danos maiores aos dentes, se detectadas em estágio inicial.

Radiografia periapical

A radiografia periapical é um exame que serve para visualizar mais detalhadamente o dente e suas estruturas. Por abranger apenas uma área específica, de dois a três dentes, é possível ter uma visualização da anatomia dentária mais precisa.

Pode ser utilizada para estudar qualquer um dos dentes, sejam molares, pré-molares, incisivos, ou caninos.

Radiografia oclusal

A radiografia oclusal é um exame destinado a captar imagens intraorais com o objetivo de analisar as raízes dos dentes, presença ou ausência de dentes do siso, avaliar se há dentes excedentes, entre outros.

É o raio x odontológico indicado para estudar anomalias, verificar dentes retidos e problemas nas raízes, entre outros casos. 

Radiografia digital

A radiologia digital odontológica é uma alternativa à radiologia tradicional. Por sua digitalização, dispensa o uso de películas radiográficas, uma vez que as imagens obtidas são transmitidas para o computador.

É uma opção que diminui a exposição a radiação, e promove mais agilidade, precisão nos resultados e otimiza o tempo em consultório.

Escolhendo um software para seu consultório!

Quem pode fazer radiologia odontológica?

A radiologia odontológica pode ser realizada por um técnico em radiologia, ou então por um profissional com um curso de tecnologia em radiologia. Há também uma especialização específica para dentistas na área de radiologia odontológica e imagiologia.

A principal diferença entre esses profissionais é que um tem formação mais técnica, mais operacional para realizar o manuseio das máquinas de radiografia.

Já o profissional com ensino superior, com a formação tecnológica, além do manuseio das máquinas, também pode gerenciar equipes, assessorar profissionais de saúde, bem como desenvolver trabalhos de pesquisa.

Por sua vez, o dentista pós-graduado nessa especialidade realiza a interpretação de exames, patologias e anatomia bucal, faz diagnósticos avançados, emite laudos, entre outras funções.

Raio X odontológico: aspectos legais

Radiologia odontológica

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) em sua Consolidação das Normas para Procedimentos em Odontologia estabelece o que é a especialidade de Radiologia Odontológica e Imagiologia.

Art. 59. Radiologia Odontológica e Imagiologia é a especialidade que tem como objetivo a aplicação dos métodos exploratórios por imagem com a finalidade de diagnóstico, acompanhamento e documentação do complexo buco-maxilo-facial e estruturas anexas. 

Além disso, o documento também traz as áreas de competência para esse profissional que incluem:: 

  1. obtenção, interpretação e emissão de laudo das imagens de estruturas buco-maxilo-faciais e anexas obtidas, por meio de: radiografia convencional, digitalizada, subtração, tomografia convencional e computadorizada, ressonância magnética, ultrassonografia, e outros; e, 
  2. auxiliar no diagnóstico, para elucidação de problemas passíveis de solução, mediante exames pela obtenção de imagens e outros.

Por fim, 

Você chegou ao fim de mais um conteúdo aqui no Blog Dental Office. Vimos aqui tudo o que você precisa saber sobre a a radiologia odontológica: o que é essa especialidade, quais suas aplicações,  procedimentos, como funciona, e muito mais.

Esperamos que esse conteúdo tenha te ajudado de alguma forma. Se sim, não deixe de compartilhar com os seus amigos e colegas de profissão, e claro, com a sua equipe.

Não deixe de conferir nossos outros posts aqui no nosso blog, e também os nossos materiais educativos.

Esperamos você nos próximos conteúdos exclusivos.

Até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *