Controle de estoque para dentistas: 6 dicas para não errar

Tempo de leitura: 5 min

Abrir uma clínica ou consultório odontológico pode ser uma oportunidade imensa e a realização de um sonho!

Mas é preciso estar pronto para lidar com os desafios dessa empreitada para não deixar que o sonho vire um pesadelo.

Abrir uma clínica ou consultório odontológico pode ser uma oportunidade imensa e a realização de um sonho!

Mas é preciso estar pronto para lidar com os desafios dessa empreitada para não deixar que o sonho vire um pesadelo.

A gestão do empreendimento possui muitos detalhes que não são abordados na faculdade de Odontologia, mas são essenciais para o sucesso do sua clínica odontológica!

É preciso saber que há várias coisas que devem ser feitas para não errar na gestão da sua clínica.

Uma delas é dar uma atenção especial ao seu estoque

Isso mesmo! Achou que estoque seria uma coisa que você não precisaria se preocupar em um clínica, não é?

Saiba que um bom controle de estoque é essencial para uma boa organização da sua clínica ou consultório.

Mas, assim como os demais processos administrativos, a gestão do estoque de uma clínica odontológica pode tomar tempo!

Um bom software pode ajudar muito a agilizar o trabalho! Além disso, conte com nossas dicas para melhorar sua gestão com facilidade, para assim conseguir focar no grande objetivo da sua clínica: Um atendimento de excelência para os seus pacientes.

Continue lendo e descubra como não errar no controle de estoque da sua clínica odontológica:

Por que é importante ter um estoque organizado?

Controle de estoque para dentistas: 6 dicas para não errar | Dental Office

Você pode estar se perguntando: Se é algo que pode ser tão trabalhoso, por que sua clínica precisa se preocupar com isso?

A gente tem a resposta! Você precisa de uma boa organização no seu estoque para dentistas a fim de:

  • Nunca ser surpreendido pela falta de material;
  • Agilizar os processos da clínica;
  • Reduzir gastos com compras desnecessárias;
  • Evitar a perda de equipamentos ou materiais;
  • Economizar espaço;
  • Controlar os gastos em materiais e equipamentos;

Esses são só alguns exemplos, mas já são suficientes para mostrar que uma boa gestão de estoque pode ser muito útil, não acha?

Então o próximo passo é descobrir como fazer isso! Vamos nessa? 

Confira nossas seis dicas sobre gestão de estoque de clínicas odontológicas.

1. Tenha informações claras, acessíveis e precisas!

A primeira dica tem a ver com uma noção muito importante para o mundo dos negócios: “Conhecimento é poder”!

Para poder fazer uma boa gestão do seu estoque, você precisa saber o que existe lá!

Você precisa de informações de quantidade, validade e local de armazenamento de cada item utilizado pela sua clínica.

Esses dados precisam ser precisos, para evitar a sobra de algum produto, esquecido no fundo do seu estoque.

Também devem estar exatos para evitar a compra de equipamentos ou materiais que você já tenha.

Eles precisam ter um acesso rápido e fácil, para não atrasar os seus processos. Afinal, é muito mais complicado controlar o estoque se as informações são  difíceis de encontrar e utilizar.

Afinal, é muito mais complicado controlar o estoque se as informações são  difíceis de encontrar e utilizar.

Por fim, os dados precisam ser claros! Imagine só a dificuldade de lidar com montes de planilhas confusas de estoque, cada uma com nomes diferentes para o mesmo produto! Imaginou? É um caos, não é?

Então você precisa que esses dados sejam claros, acessíveis e precisos! Há várias formas de conseguir isso, mas um software de gestão pode ser o certo para a sua clínica.

Um software de qualidade saberá quais são suas dificuldades e estará pronto para facilitar imensamente seu controle de gestão;

2. Busque parcerias com seus fornecedores

Sua organização pode ficar muito mais organizada se você contar com apoio dos seus fornecedores.

Encontre empresas que tenham comprometimento com sua clínica, que garantam pronto atendimento, entrega rápida e cobranças que sejam adequadas às necessidades da sua clínica.

Além disso, você precisa contar com um fornecedor que não exija que você faça grandes compras de uma só vez.

Isso enche o seu estoque com coisas que você não vai precisar por um bom tempo!

É possível até buscar negociar uma compra grande para ser entregue em vários lotes, de forma a não chegar tudo de uma vez.

Assim você pode conseguir o desconto de uma compra grande sem encher o seu estoque.

É preciso também acertar na escolha dos seus produtos odontológicos.

Avalie a confiabilidade do seu fornecedor e se informe sobre a qualidade dos produtos.

3. Defina quantidades ideais para o estoque de sua clínica odontológica

Não adianta lotar seu estoque com produtos que você usará pouco a pouco no decorrer de muitos meses.

Por outro lado, é preciso garantir que sua clínica não vai ficar sem aqueles equipamentos e materiais odontológicos que são essenciais para o seu trabalho.

Por isso, é preciso definir quais são as quantidades ideais de cada produto essencial!

Dessa forma, seu estoque pode sempre estar ocupado apenas pelo que é importante!

Isso facilita a negociação com o fornecedor e também o seu trabalho de gestão de estoque.

Mas, na hora de definir as quantidades ideais, considere também os kits de higiene bucal que você pode montar para seus pacientes, para melhorar a resposta ao seu tratamento e aumentar a fidelização.

4. Controle todas as entradas e saídas

Essa dica é muito importante! Para ter dados precisos, você precisa saber exatamente quantos produtos entraram, quantos saíram e, ainda, quantos foram perdidos.

Por isso, tenha registros de datas e horários de qualquer movimento do seu estoque. Tenha também o nome do responsável pela entrada ou saída. 

Além de manter seus dados precisos, isso ainda ajuda a saber o tempo que cada item fica no seu estoque e melhora sua percepção de qual seria a quantidade ideal de cada um deles.

Isso ainda permite que você perceba rapidamente movimentações de estoque estranhos, identificando situações como perdas ou até roubos de algum item.

Esse controle pode ser feito em planilhas ou em um software, sendo que com o software o processo pode ser muito mais ágil e eficiente.

Note como sua clínica vai ficar mais rentável com essas medidas!

5.Tenha um espaço organizado

Todas as dicas anteriores são muito úteis para uma gestão eficiente do software.

No entanto, todas elas podem ser postas a perder se você não tiver uma boa organização física.

O espaço do seu estoque precisa estar organizado. Pilhas e pilhas de materiais diferentes, misturados e desorganizados, vão deixar seu trabalho mais demorado e chato para todos os envolvidos.

Por isso, aproveite que você tem dados acessíveis e que conseguiu negociar com seu fornecedor para não ter produtos demais!

Assim você terá muito mais facilidade para deixar cada coisa em seu lugar e organizar o espaço de seu estoque!
6

6. Automatize o processo com um bom software de gestão

Controle de estoque para dentistas: 6 dicas para não errar | Dental Office

Como vimos, a organização do estoque depende muito do seu conhecimento sobre ele!

Você precisa saber as quantidades, acompanhar as entradas e saídas, saber as suas necessidades essenciais e ainda organizar seu espaço.

Para tudo isso, você precisa de uma gestão de informações.

É claro que essa gestão pode ser feita em planilhas, ou até mesmo em papéis impressos.

Mas nesses dois suportes, você perderá praticidade, agilidade e segurança no seu processo.

Por isso, considere as vantagens de um bom software de gestão! Além de ajudar no seu controle de estoque, ele pode melhorar toda a gestão da sua clínica.

Sabemos que você precisa ter cuidado com a gestão financeira, organização do fluxo de caixa, controle de contas, registro de clientes e até com o marketing.

Mas também sabemos que tantas obrigações podem ter um peso muito grande na rotina da sua equipe – e, sendo bem honesto, essas obrigações não são o grande foco da sua clínica, não é? 

Você precisa de tempo para seu principal objetivo, que é dar o melhor atendimento para seus pacientes.

Conte com um sistema para fazer com que todos esses processos sejam muito mais fáceis e intuitivos. Perceba que a hora de ter um software é agora!

Além disso, você pode também contar com as nossas dicas aqui no blog, para melhorar cada vez mais a forma de gerenciar sua clínica odontológica.

Por isso, aproveite mais essa oportunidade de aprender mais sem gastar nada: Baixe nosso eBook com tudo o que você precisa saber sobre gestão financeira para clínicas odontológicas!

Scanner intraoral aumenta a produtividade no consultório


Enviando...