Como a reforma da previdência afeta os dentistas?

Tempo de leitura: 2 min

Parte da gestão de toda a clínica odontológica está em se manter atualizado sobre toda a parte legal que envolve um negócio. 

Estar a par da reforma da previdência é essencial, isso porque ela impacta diretamente na aposentadoria dos profissionais. 

Quer compreender melhor como a reforma da previdência impacta você, dentista? Então continue a leitura! 

Dentistas têm direito a aposentadoria especial?

Sim, dentistas possuem direito à aposentadoria especial. Isso porque estes profissionais trabalham expostos a diversos riscos à saúde. 

O dia a dia em uma clínica odontológica envolve o contato direto com diversos vírus, fungos, bactérias e outros agentes nocivos à saúde.

Por essa razão, dentistas têm direito a se aposentar depois de atuar na profissão por 25 anos de profissão. 

Anteriormente os profissionais da odontologia já podiam se aposentar depois de atuar por 25 anos na profissão.

Essa contribuição geralmente acontecia quando o profissional completava 50 anos de idade. 

Com a Reforma, as dentistas que tiverem menos de 53 anos e os dentistas que tiverem menos de 55 correm o risco de poder se aposentar mais tarde. 

O homem a partir de 65 anos de idade e a mulher a partir dos 63 anos.

Caso a Reforma da Previdência Social seja aprovada como está, dentistas vão acabar demorando ainda mais para se aposentar. 

De acordo com a reforma, o benefício também irá diminuir. Isso pode acarretar em uma queda brusca na renda deste profissional após a aposentadoria.

O valor do benefício dos dentistas vai mudar?

A resposta é sim. A Reforma da Previdência muda bastante a situação da aposentadoria dos profissionais da odontologia.

Neste caso, a insalubridade pode deixar de ser um fator determinante para garantir a aposentadoria especial de um dentista. 

Com a reforma da previdência, dentistas podem vir a se aposentar com o mesmo tempo de trabalho que os demais profissionais.

Com o mesmo tempo médio de contribuição, mesmo que eles não trabalhem expostos a agentes nocivos.

Outra mudança advinda com a Reforma da Previdência é a diminuição no valor do benefício. Isso significaria que a aposentadoria do dentista pode ficar menor.

Na lei vigente atual, dentista podem se aposentar com valor bastante similar ao último salário. 

Contudo, após a Reforma, o valor da aposentadoria será equivalente a 60% da média contributiva.

Essa porcentagem pode aumentar, se também houver o aumento do tempo de contribuição deste profissional. 

Vale destacar que este aumento tem um limite máximo de 40 anos de contribuição.

Sendo assim, a possibilidade de dentistas acabarem prejudicados pela reforma é grande.

Não apenas perdendo financeiramente, como a perda de um dos bens mais preciosos que se pode ter: o tempo. 

De qualquer forma, é muito importante que o profissional mantenha-se informado sobre o assunto. 

Esperamos que nosso artigo tenha sido de grande utilidade para entender melhor a proposta!

Como a reforma da previdência afeta os dentistas?