Análise preditiva para clínica odontológica

Tempo de leitura: 3 min

Em momentos de tantas incertezas e instabilidades financeiras, realizar uma análise preditiva é a melhor forma de mudar ou antecipar suas estratégias e resultados na clínica odontológica. 

Decerto, você pode fazer isso com ajuda da tecnologia, com análises estatísticas e projeções futuras. 

A geração de relatórios do seu sistema de gerenciamento é o diferencial nesse quesito, se os painéis estiverem bem organizados e atualizados.

Assim, prever o futuro do seu negócio não será com a mesma metodologia dos rituais místicos, mas sim utilizando ciência administrativa. 

Introdução à análise preditiva na clínica odontológica

Análise preditiva para sua clínica

Já não é novidade que a gestão de informações são a base estratégica para o sucesso ou fracasso de uma determinada empresa. 

Obviamente, isso acontece com clínicas odontológicas, afinal de contas elas também são negócios.

Ou seja, caso a sua clínica não realize um diagnóstico efetivo dos números, de uma forma geral, ela provavelmente estará com os dias contados. 

Isso aplica-se em todas as subáreas, tanto no financeiro, marketing, sucesso do paciente na jornada da clínica e entre outros

Enfim, a análise preditiva é fundamental, principalmente agora que todo o mercado está bem abalado. 

Prática da análise preditiva em uma clínica odontológica. 

Em suma, a análise preditiva funciona com a junção de informações do passado que vem se repetindo com pouca variação – para assim realizarmos a projeção. 

Dessa forma, é possível pela estatística detectar a probabilidade de tais eventos acontecerem novamente no futuro.

Por exemplo, os índices do Retorno sobre o Investimento nas campanhas de comunicação da clínica em sentido decrescente é sinal de que as coisas não estão indo bem. 

E caso continue com as mesma estratégia, a clínica poderá ter um problema deficitário.

É a lei básica da estatística: o que tende a crescer, não havendo anomalias, irá crescer – e vice versa.

O objetivo da análise preditiva é justamente essa: 

  • entender o que tende a crescer e evitar as anomalias;
  • entender o que tende a decrescer e acrescentar anomalias para mudar os status.  

Em uma campanha de marketing é fundamental analisar os resultados durante o evento, para detectar problemas de aceitação. 

Da mesma forma, analisar os pontos positivos que podem serem melhores destacados. 

7 vantagens de praticar a análise preditiva em seu consultório odontológico:

O mercado de odontologia é um dos mais disputados do Brasil. 

O país concentra o maior número de profissionais dentistas, além da maior demanda de serviços odontológicos.

Por isso, se destacar e estar na frente das clínicas e consultórios concorrentes é fundamental. 

Com a análise preditiva você conseguirá:

  1. Acompanhar o mercado e as tendências; 
  2. Qualificar oportunidades;
  3. Identificar falhas;
  4. Melhorar ações de comunicação;
  5. Identificar o perfil dos pacientes;
  6. Otimizar a performance e melhorar a produtividade; 
  7. Minimizar os riscos.

Como fazer análise preditiva em minha clínica odontológica?

Como aplicar a análise preditiva em minha clínica odontológica?

Agora que você viu todo a importância e as vantagens de realizar a análise preditiva em seu consultório, separamos o passo a passo em como aplicá-la:

Organize os objetivos

Para fazer esse modelo de análise é fundamental ter em mãos um plano de negócio, com estratégias, planejamento e objetivos da clínica bem definidos. 

Além disso, o projeto preditivo pode ser aplicada nas subáreas do seu negócio: financeiro, marketing, produtividade e etc.

Por este motivo, você também precisa definir o objetivo da análise (qual será o intuito dela?). Por exemplo: 

  • Melhorar a taxa de fidelização dos pacientes;
  • Minimizar os gastos em comunicação; 
  • Diminuir o tempo de atendimento, sem diminuir a qualidade;
  • Reduzir os custos fixos. 

Armazenamento de informações para análise preditiva

O próximos passo é organizar todas as informações referentes ao seu negócio. Pois, assim ficará mais fácil para elaborar os relatórios ou gráficos comparativos. 

Se você tem um sistema de gerenciamento odontológico completo e simples de se utilizar, então, você já está com a “mão na roda”. 

Contudo, esse é o passo que precisa de muita atenção, pois a veracidade das informações que irá definir o resultado da análise.

Não adianta você ter o melhor sistema de gestão do mercado, a planilha de Excel cheia de fórmulas e ainda sim os dados não refletirem a clínica. 

Estude as informações e as legende

Com todas informações do seu negócio bem estruturadas, agora sim é possível realizar a análise. 

Nessa etapa é fundamental um breve conhecimento estatístico para ler os gráficos resultantes e compreender a tendência de determinada linha. 

Por exemplo, se você estiver analisando as informações de captação de pacientes, terá a perspectiva do mês do ano que é mais difícil à entrada de novos pacientes.  

Plano de ação com base na análise preditiva

Baseado no exemplo anterior, sua clínica identificou que os meses de dezembro e janeiro é o período em que há uma diminuição da receita, por conta da baixa entrada de novos pacientes. 

A tendência é de que essas baixas mantenham-se para o próximo período. 

É justamente agora que entra a equipe do plano ação, identificando a raiz do problema e propondo novas estratégias para mudar essa projeção. 

Por fim,

Caso você seja o gerente da clínica, realizar a análise preditiva não será nenhuma grande novidade. 

Acreditamos que esse é o momento certo para aplicar a análise preditiva. A fim de ter mais segurança nas ações.

Planejamentos nunca é demais para o seu negócio, se antecipar aos problemas e identificar os erros previamente também são diferenciais.

Gostou desse conteúdo? Então, não deixe de compartilhar com a sua equipe! 

Agradecemos a leitura.