Gestão de pessoas é fundamental em clínicas e consultórios odontológicos

Tempo de leitura: 4 min

Existem cuidados e dicas a serem seguidos durante esse processo que influenciam no sucesso do negócio.

Ainda durante a formação acadêmica, o estudante de odontologia precisa ter um kit acadêmico para facilitar o aprendizado. Assim, ele adquire uma série de experiências durante as aulas práticas que o ajudarão em sua carreira. 

No entanto, há um desafio totalmente diferente, que não é abordado durante a faculdade e começa quando o dentista recém-formado decide abrir um consultório ou vai trabalhar em uma clínica – a gestão de pessoas

Como reconhecer a gestão de pessoas no consultório? 

Essa questão, na verdade, não é algo muito difícil de se entender, mas a resposta será diferente para cada dentista e cada profissional.

E para chegar a tal, é necessário fazer algumas perguntas como: eu sou um empreendedor? 

Eu possuo um plano de negócios no local o qual eu dirijo? Qual é o plano de negócios da minha clínica?

Esse plano me ajuda a criar um planejamento para a minha rotina diária de atendimentos?

Qual é a forma que eu uso para atrair e fidelizar meus clientes? Qual é a importância que a área financeira possui nas minhas preocupações?

Não podemos definir se você é realmente um bom administrador da sua própria clínica, mas podemos levantar uma possível resposta

E se a grande maioria das perguntas que fizemos nunca passaram pela sua cabeça antes, é um forte indício de que provavelmente a gerência do seu ambiente de trabalho precisa melhorar.

Por outro lado, se na grande maioria das questões você já tinha uma resposta na ponta da língua, podemos elencar isso como um ponto positivo (e um grande avanço!).

Principais segmentos de atuação na Odontologia

Contudo, antes de detalhar os desafios da gestão de pessoas, precisamos pontuar que existem diversas áreas que a pessoa formada em odontologia pode atuar. Veja quais são:

  • Serviço público em prefeituras;
  • Sindicatos;
  • Clínicas de convênios;
  • Consultórios particulares (autônomo). 

Ainda no campo odontológico, há uma diversidade de especialidades a serem escolhidas, como ortodontia, odontopediatria, endodontia, periodontia, prótese, cirurgia, implantodontia e dentística. 

O problema, no entanto, é que, segundo a mais recente Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), do IBGE, do ano de 2013, cerca de 55,6% dos brasileiros não fazem consultas odontológicas anualmente. 

O número fica ainda mais espantoso porque o Brasil, de acordo com os dados do Conselho Federal de Odontologia (CFO), é o país com o maior número de dentistas, com um total de 291 mil profissionais (19% dos dentistas do mundo).

As motivações para deixar de ir ao dentista são diversas, indo desde o medo dos procedimentos odontológicos até a falta de uma equipe especializada e preparada para fornecer um atendimento de qualidade

De toda forma, o atendimento requer uma boa gestão de pessoas e de recursos para que o consultório ou clínica possa atingir seu principal objetivo: fazer o maior número de tratamentos com excelência. 

Mas o que faz ser tão importante uma boa gestão em consultório odontológico? A resposta é simples: a gestão de pessoas ou recursos nada mais é do que agrupar uma quantidade de ações para chegar à eficiência profissional. 

Então, todas as áreas do consultório terão de passar por uma série de cuidados.

A gestão inicia-se logo na contratação de funcionários, tendo em vista que eles devem ter o perfil da empresa e as habilidades necessária para desempenhar a função proposta. 

Primeiro passos para melhorar a gestão de pessoas

Para se tornar um bom gestor, primeiro é preciso fazer um plano de funções, uma espécie de documento que detalha todas as atividades atribuídas aos funcionários.

Um software digital é uma ótima opção para auxiliar no registro e documentação das atividades de cada trabalhador. 

E junto com esse passo, é necessário que seja feito o plano de negócios, que foi citado aqui anteriormente.

Ele nada mais é do que documento no qual explica o que é o negócio (empresa), bem como quais são as metas que pretendem ser alcançadas ao longo do tempo.

Esse passo é fundamental para analisar se a empresa está dando certo e crescendo ou não, e garante uma ajuda na hora de conversar com os empregados para pedir que seja feito um esforço maior.

Mas além disso, também podem ser elencados outros pontos que auxiliam nesse processo. Confira algumas dicas para ter uma boa logística de trabalho em seu consultório:

  1. Conversar com os funcionários para estabelecer metas e planos;
  2. Não sobrecarregar os funcionários ou a si próprio;
  3. Investir no desenvolvimento profissional próprio, bem como no da equipe;
  4. Veja o consultório como uma empresa para poder administrá-lo melhor;
  5. Não misture o dinheiro pessoal com o dinheiro recebido pelo consultório;
  6. Torne-se um empreendedor (existem vários cursos online que podem te auxiliar nisso!);
  7. Tenha uma agenda do consultório organizada.

Maneiras de colocar em prática na rotina do consultório

Após estabelecer metas, as atitudes tomadas devem possuir como foco principal a melhora da clínica em si e do atendimento prestado aos pacientes que virão buscar tratamentos. 

De tal maneira, será possível fazer contratações de novos funcionários de forma mais efetiva, firmar novas parcerias, ser um bom líder que consegue alcançar mais comprometimento visando os resultados do plano antes feito. 

E para chegar a isso, as formas mais aconselhadas giram em torno da comunicação, sempre que possível, evitando conflitos e sendo objetivo.

Dessa forma é recomendado que o líder procure sempre motivar a equipe a fazer um trabalho de qualidade.

Buscando sempre a excelência e aumentar o conhecimento sobre todo e qualquer procedimento que for feito. 

Seguindo essa linha, treinamentos também são muito bem-vindos para desenvolver mais as qualidades únicas de cada integrante da equipe. 

Como o Dental Office pode ajudar com a gestão?

Por se tratar do melhor software para gerenciar consultórios, o Dental Office é a escolha perfeita para fazer a gestão do seu consultório odontológico.

Por meio do software, você consegue aplicar medidas que auxiliam no bom andamento da clínica.

Como criar uma agenda para controlar todas as consultas diárias e os retornos de cada paciente.

Além de cadastrar pacientes e criar o prontuário de cada um deles sem papel, evitando que sejam perdidos.

Contudo, essas são apenas algumas das opções da plataforma que oferece essa ajuda na administração.

E mais: caso tenha ficado interessado, é possível obter informações via WhatsApp e também fazer um teste grátis da plataforma que garante mais facilidade e eficiência em todas as consultas e tratamentos. 

Apesar de não ser algo muito fácil, a gestão de pessoas em clínicas odontológicas e consultórios é algo que vale a pena e que auxilia o andamento e obtenção de resultados positivos. 

Gestão de pessoas é fundamental em clínicas e consultórios odontológicos

(Produzido por Simpatio)

Ass: Dr. Ramiro Murad

Dr. Ramiro Murad é graduado em Odontologia pela UNIC. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP – SP). Com habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial na Clínica da Villa, em São Paulo. Dentista parceiro da Simpatio. CRO – 118151

Esperamos que tenha gostado do nosso conteúdo. Aproveite e confira também este eBook completo, é gratuito!

Gestão de pessoas é fundamental em clínicas e consultórios odontológicos