Especialista em prótese dentária: o que faz, formação e salário

Você já parou para pensar quantas próteses dentárias são colocadas diariamente no Brasil? Segundo o CFO, 800 mil implantes são realizados anualmente. No entanto, segundo o próprio conselho existem no país, apenas 12.810 dentistas especialistas em prótese dentária.

Ou seja, além de ser um mercado gigantesco e que tem tendência a crescer ainda mais no Basil, há carência de profissionais capacitados, se compararmos o número de implantes e o número de dentistas regularmente cadastrados no CFO.

Por isso, trouxemos esse material completo com tudo o que você precisa saber sobre essa profissão.

Vamos lá?

O que faz o especialista em prótese dentária? 

O especialista em prótese dentária é o profissional responsável por reconstruir ou repor dentes perdidos, lesionados ou parcialmente quebrados, de acordo com a situação e caso de cada paciente.

O principal objetivo com a reposição ou conserto desses dentes é proporcionar maior conforto na hora da mastigação, devolver as funcionalidades da boca e dos dentes, ajudar na fala, e ao mesmo tempo, devolver os aspectos estéticos do sorriso.

Ou seja, vai muito além da parte estética, mas tem um papel essencial para o bem-estar do paciente como um todo.

Saiba mais em: Odontologia estética: tudo o que você precisa saber sobre essa área em expansão

Entre as principais funções do especialista em prótese dentária estão a confecção de próteses fixas, totais, parciais e removíveis, além de outras atividades. Veremos essas mais a fundo no próximo tópico com o auxílio do Conselho Federal de Odontologia (CFO).

A especialidade segundo o CFO 

especialista em prótese dentária

De acordo com o que descreve o Conselho Federal de Odontologia na Consolidação das Normas para procedimentos nos Conselhos de Odontologia, a especialidade de prótese dentária é:

“[…]  a especialidade que tem como objetivo a reconstrução dos dentes parcialmente destruídos ou a reposição de dentes ausentes visando à manutenção das funções do sistema estomatognático, proporcionando ao paciente a função, a saúde, o conforto e a estética”.

O artigo 84 do mesmo documento também explica quais são as competências do protesista. São elas: 

  1. diagnóstico, prognóstico, tratamento e controle dos distúrbios crânio mandibulares e de oclusão, através da prótese fixa, da prótese removível parcial ou total e da prótese sobre implantes; 
  2. atividades de laboratório necessárias à execução dos trabalhos protéticos; 
  3. procedimentos e técnicas de confecção de próteses fixas, removíveis parciais e totais como substituição das perdas de substâncias dentárias e paradentárias; 
  4. procedimentos necessários ao planejamento, confecção e instalação de próteses sobre implantes; e, 
  5. manutenção e controle da reabilitação. 

Para ver o material na íntegra, clique aqui

A carreira de protesista dentário 

O especialista em prótese dentária tem diversas opções para desenvolver a sua carreira na área. As principais são trabalhar em clínicas e consultórios, laboratórios de prótese, ou montar o seu próprio laboratório e atender outros dentistas que necessitem desse trabalho.

É uma área extremamente atrativa, especialmente se levarmos em consideração a quantidade de procedimentos odontológicos que necessitam ou envolvem a utilização de próteses ou implantes dentários.

Só no Brasil, o CFO estima que são realizados cerca de 800 mil implantes por ano, segundo um levantamento realizado pelo órgão. Por isso, a carreira de especialista em prótese dentária pode atrair muitos dentistas, desde os menos experientes, como recém-formados, até os já consolidados no mercado.

Quanto ganha um especialista em prótese dentária? 

De acordo com o site da Catho, um dentista protesista ganha em média R$ 4.781,46 no Brasil. Outros sites, como o do Salário.com trazem outras informações. De acordo com esse site, o protesista ganha em média R$ 2.582,53 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 35 horas semanais.

Essas informações são de acordo com pesquisa da própria Salario.com.br junto a dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web com um total de 43 salários de profissionais admitidos e desligados pelas empresas no período de Março de 2021 a Fevereiro de 2022.

Portanto, é difícil precisar exatamente qual é a média salarial desse cargo no Brasil. Sempre lembrando que essa é uma estimativa, e que os valores podem variar de acordo com a região do país.

Outra questão é que esses valores não refletem profissionais que tenham o seu próprio negócio.  

Qual a formação para se tornar especialista em prótese dentária? 

Assim como todas as especialidades odontológicas, para se tornar um especialista em prótese dentária, é necessário realizar um curso de pós-graduação, uma especialização. 

Esse curso deve ter, no mínimo, 750 horas de duração em sua carga horária, e deve ser realizado em uma universidade ou faculdade devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação. 

O curso também pode ser realizado em uma  entidade representativa da Classe registrada no CFO, escola de Saúde Pública, que mantenha cursos para cirurgiões dentistas, ou então em um órgão oficial da área de saúde pública e das Forças Armadas.

Vale lembrar que o CFO também tem determinações a respeito da grade curricular do curso, que deve respeitar as normas estabelecidas. Acesse a íntegra por aqui (página 39).

Além disso, no caso do curso de especialização em prótese dentária, este pode ser dividido em várias etapas, desde que não exceda o tempo limite de 24 meses para a sua conclusão. Depois de concluído, o dentista deve realizar todo o procedimento de inscrição no conselho regional onde irá atuar para iniciar suas atividades.

Enfim,

Você chegou ao fim de mais um conteúdo aqui no Blog Dental Office. Vimos aqui tudo o que você precisa saber sobre a especialização em prótese dentária: o que é essa especialidade, quais as regras do Conselho Federal de Odontologia, a carreira de protesista, salários e ganhos, formação e afins.

Esperamos que esse conteúdo tenha te ajudado de alguma forma. Se sim, não deixe de compartilhar com os seus amigos e colegas de profissão, e claro, com a sua equipe.

E já que você está por aqui, não deixe de conferir nossos outros posts aqui no nosso blog, e também os nossos materiais educativos. Tenho certeza de que algum dos nossos conteúdos pode te ajudar no seu dia a dia.

Esperamos você nos próximos posts.

.

Até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *