Gestão na odontologia: porque estudantes precisam aprender gestão na faculdade?

A entrada em uma universidade é o sonho de muitos estudantes, e pode ser encarada como o primeiro passo para uma carreira de sucesso. Para estudantes de odontologia, essa é, sem dúvida, uma grande conquista. 

Contudo, apesar do conhecimento técnico e teórico que é adquirido durante a graduação, outras habilidades precisam ser aprimoradas e/ou desenvolvidas. Saber gerir um consultório e ter noções de questões financeiras, jurídicas é essencial para manter um negócio de pé.

Preparamos esse artigo para entender porque o ensino de gestão na universidade, sobretudo na odontologia, é mais do importante para a formação de novos profissionais.

Vamos lá?

O que diz o MEC em relação ao ensino de gestão no curso de odontologia?

De acordo com o parecer CNE/CES nº 803/2018, aprovado em 5 de dezembro de 2018 que constitui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Odontologia, a gestão em saúde faz parte das competências gerais que precisam ser desenvolvidas nos estudantes.

Segundo o seção V do Capítulo II – das competências gerais, o profissional precisa:

  •  V – compreender o gerenciamento e administração da equipe de trabalho, da informação, dos recursos financeiros, humanos e materiais; 
  • VI – realizar a gestão estrutural, financeira, organizacional, tributária e dos processos de trabalho de consultórios, das clínicas e dos demais serviços de saúde.

Portanto, o ensino de gestão precisa fazer parte da grade curricular do curso de graduação em odontologia. Agora, porque se faz necessário aprender sobre gestão na universidade? Vejamos mais a frente.

Preparação para o mercado de trabalho

gestao-na-odontologia

Não é novidade que muitos formandos acabam indo para o mercado de trabalho quase sem nenhum conhecimento sobre a administração de uma empresa. Esse, por sua vez, é um dos motivos para que alunos recém-formados procuram trabalhar em clínicas ou consultórios de terceiros, antes de abrir o seu próprio negócio.

E é por esse e outros motivos que se faz necessário o ensino de gestão na faculdade de odontologia. Afinal, com esse conhecimento adquirido durante o curso, muitos profissionais se sentem mais seguros na hora de entrar para o mercado com o consultório próprio.

Dessa forma, esse ensino acaba sendo uma preparação para o mercado de trabalho, e pode dar mais opções para aqueles que estão iniciando na profissão.

Visão de mercado

gestao-na-odontologia

Outro pilar importante para o ensino de gestão na odontologia é uma visão mais ampla de mercado. Além de sair do curso mais preparado e com uma noção maior de administração, gestão e questões financeiras, outras opções na atuação podem também surgir.

Como dentista, além de ter a própria clínica ou consultório, você também pode atuar em 

  • consultório ou clínica particular em sociedade com colegas ou vinculado aos convênios odontológicos;
  • hospitais públicos ou privados
  • setor público em Unidades Básicas de Saúde (UBS), programas na Estratégia Saúde da Família (ESF) ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), 
  • universidades como professor ou pesquisador
  • escolas públicas ou privadas, participando de programas sociais com o intuito de promover a saúde dos dentes e bucal
  • instituições previdenciárias
  • sindicatos

É de extrema importância que o aluno saiba e conheça outras opções para sua atuação. Afinal, só dessa forma é possível estar mais preparado para os desafios do mercado de trabalho, sobretudo no início da carreira profissional.

Bons hábitos administrativos

gestao-na-odontologia

Uma das principais deficiências de dentistas recém-formados que querem abrir seu próprio consultório é a administração. 

Um consultório odontológico possui muitos processos para o seu funcionamento. Além do atendimento na recepção e o clínico, há a gestão de estoque, controle financeiro, fluxo de caixa e a administração geral de recursos. 

E essas são funções que podem ser estranhas a um dentista que acaba de chegar ao mercado. O que torna um dos motivos mais fortes para que as faculdades e universidades que oferecem a graduação em odontologia deem aulas voltadas para gestão no decorrer do curso.

Com algum conhecimento prévio desses processos e a gestão desses recursos, o aluno sai mais preparado para os desafios.

Conclusão: gestão na odontologia é essencial!

Tão importante quanto ser um profissional técnico e muito bom no que faz, é essencial saber gerir uma clínica odontológica. E isso independentemente se o estudante pretende abrir a sua própria clínica assim que se formar ou não.

Hoje em dia, o sucesso de uma clínica não pode mais estar amparada apenas pelo bom atendimento. Saber lidar com fornecedores, gerir o estoque, saber precificar, fazer análises preditivas e outras medidas são primordiais para que um negócio possa prosperar.

E foi pensando nisso que o Dental Office criou o módulo de gestão Clínica Escola, voltado para o ambiente acadêmico. Equipado com cadastro de paciente, agendamento, prontuário, odontograma, evolução, validação pelos professores e exportação de relatórios estatísticos. O Clínica Escola fornece uma visão mais ampla e gerencial de uma clínica na prática.

Tudo isso sem contar com os módulos de marketing e gestão incluídos. Com isso, o aluno tem contato com o dia a dia de uma clínica, bem como a sua gestão. Ensino completo e de acordo com as necessidades do mercado de trabalho.

Clique aqui e saiba tudo sobre o nosso módulo de gestão Clínica Escola: a tecnologia a serviço da formação de novos profissionais..

Gostou desse conteúdo? Não deixe de compartilhar com a sua equipe!

Agradecemos a leitura e até a próxima!