PODCAST – 5 dicas para reduzir a inadimplência na sua clínica

Escute esse conteúdo exclusivo do Dental Office aonde e quando você quiser:

Vender a prazo facilita a vida do seu paciente, o problema é isso abre precedentes para que seus pacientes se tornem inadimplentes

Por isso, é fundamental avaliar os riscos e aprender a trabalhar com cobrança de dívidas para evitar ao máximo esse problema.

E é claro que hoje vamos te ensinar como fugir da inadimplência

Vamos lá?

Primeira dica – Desenvolva uma política de análise de crédito

Uma ferramenta básica que traz mais segurança e evita a inadimplência é a análise de crédito dos seus pacientes

Por isso, é importante implantar essa política de analisar se seu paciente é ou não um bom pagador, análise essa que é realizada pelo Connect distribuidor autorizado Serasa Experian, que é um parceiro do Dental Office.

Dessa forma, você resolve tudo em um só lugar e sem perder tempo

Segunda dica – Faça contratos bem elaborados:

É fundamental ter contratos pré-elaborados para cada tipo de serviço prestado na sua clínica, atitude essa que pode evitar que seus pacientes ajam de má-fé e deixem de pagar pelos seus serviços.

Como você já sabe, o contrato verbal no mundo jurídico não tem utilidade.

Já um bom contrato vem com detalhes dos serviços, dos preços, dos prazos e das formas de pagamento.

Por isso, vale a pena investir em um software de gerenciamento, que possui modelos de contratos que trazem os dados do paciente e os tratamentos a serem realizados.

Terceira dica – Tenha organização digital

Haverá momentos em que os pacientes não efetuaram o pagamento simplesmente por terem se esquecido, infelizmente, isso é muito comum para quem disponibiliza a forma de pagamento por boleto bancário.

Nessas ocasiões, é importante ter uma ferramenta digital que o auxilie em um controle preciso, informando quem deixou de pagar, os contatos desse paciente inadimplente e por onde contatá-lo, se é preciso, por exemplo, realizar uma ligação ou enviar uma mensagem por SMS o avisando da inadimplência.

Quarta dica – Evite formas de pagamento que não te dão segurança

É comum que pacientes mais antigos solicitem condições especiais na hora do pagamento, o famoso fiado!

Isso é muito comum em consultórios e clínicas onde os pacientes são amigos dos dentistas, não é mesmo?

Recomendamos que você não aceite essa condição, pois o consultório deve deixar claro no início do atendimento às políticas de pagamento.

Quinta dica – Tenha uma política de realização de acordos

Mesmo você diminuindo significativamente a taxa de inadimplência ainda existiram casos onde o paciente deixará de cumprir com seus pagamentos, nestas ocasiões será importante ter uma estratégia de elaboração de acordos.

Você pode não ter o valor total de maneira rápida como gostaria, mas fazer um acordo pode ser a melhor forma de resolver essa situação, tanto para sua clínica, quanto para o seu paciente.

Bom, tenho certeza que aplicando todas essas dicas sua taxa de inadimplência vai reduzir bastante, trazendo muito mais segurança e estabilidade financeira para sua clínica ou consultório.

Esse podcast é um oferecimento de Dental Office, para mais conteúdos como esse acesse: dentaloffice.com.br

Sociedade em consultório odontológico: quais os prós e contras?